na cidade

Vai ser retirado todo o amianto das escolas públicas de Oeiras

Câmara Municipal e Ministério da Educação chegaram a um acordo esta terça-feira, 28 de julho.
Assinatura do acordo.

O amianto, ainda presente nalgumas escolas públicas do concelho, vai ser todo retirado nos próximos dois anos. A Câmara Municipal de Oeiras já tinha feito esta intervenção em 12 estabelecimentos, num investimento de cerca de 1 milhão de euros. Agora, é a vez das restantes 10 ficarem livres deste material.

Para que isto fosse possível foi assinado um acordo entre a Câmara e o Ministério da Educação, esta terça-feira, 28 de julho. Assim, 10 escolas vão ter esta intervenção, o que vai custar aproximadamente 1 milhão e 400 mil euros.

Estas obras, que irão decorrer ao longo dos próximos dois anos, vão acabar de vez com o amianto de todas as estruturas dos estabelecimentos públicos do ensino básico e secundário do concelho, o que, como afirmado pelo Presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, garantirá à comunidade educativa “ainda mais segurança e mais confiança nas suas escolas”.

Segundo a Direção-Geral da Saúde, “o perigo do amianto decorre sobretudo da inalação das fibras libertadas para o ar”. Foi proibida a sua utilização ou comercialização em Portugal em 2005.

tags: amianto, educação, escolas, oeiras, saúde

outros artigos de na cidade

mais histórias de Oeiras