na cidade

Templo da Poesia é o cenário escolhido para se falar sobre as “Lições da Pandemia”

No dia 25 de janeiro, quarta-feira, será também inaugurada a exposição "A Ciência Move-nos para o Futuro" no mesmo espaço.
"A Ciência move-nos para o futuro" é o mote.

Quando entrámos em confinamento em março de 2020, tudo era uma incógnita. “Que doença é esta? O que vai acontecer? Como serão os próximos tempos?”, eram algumas das perguntas que todos faziam, mas sem respostas imediatas. Só o tempo e a ciência vieram tirar dúvidas e indicar caminhos. Muito mudou, nestes quase três anos, e há ainda muito para se aprender, descobrir e discutir sobre os tempos que se têm vivido. 

Por isso, na próxima quarta-feira, dia 25 de janeiro, Oeiras recebe uma mesa redonda para debater “Lições da Pandemia — A Ciência Move-nos para o Futuro”. A sessão começa às 19 horas, no Templo da Poesia, situado no Parque dos Poetas. A entrada é gratuita e aberta a todos aqueles que queiram assistir. 

“O que aprendemos com a pandemia Covid-19” e “estarão os cientistas e os cidadãos mais preparados para combater uma nova pandemia” são algumas das questões que vão estar em debate nesta conversa que será moderada pelo jornalista Carlos Vaz Marques.

A iniciativa conta ainda com a participação de Pedro Patacho, vereador do Município de Oeiras; Filipe Froes, pneumologista, consultor da DGS e ex-coordenador do Gabinete de Crise para a Covid-19 da Ordem dos Médicos; Cláudio M. Soares, Diretor do ITQB NOVA; Catarina Pimentel, investigadora responsável pelos testes Covid-19 de saliva nas escolas públicas de Oeiras; e Sara Handem, aluna de doutoramento e voluntária na realização de testes PCR Covid-19 aos profissionais de primeira linha do município, como polícias, bombeiros e auxiliares escolares.

“Serão debatidos temas como a parceria entre a ciência e a sociedade na luta com a pandemia COVID-19, a participação dos investigadores em testes e a forma como diversos laboratórios passaram a dedicar a sua investigação a este tema e as lições que ficam sobre como prevenir e combater outras pandemias que possam surgir”, informa o município, responsável pela organização do evento em parceria com o Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier da Universidade NOVA de Lisboa (ITQB NOVA).

Na mesma data será também inaugurada a exposição “A Ciência Move-nos para o Futuro”, mote adotado pelo Instituto durante a pandemia. A mostra tem por base a campanha realizada no ITQB NOVA durante a pandemia, para incentivar o uso de máscaras no ambiente de trabalho. Dela fazem parte fotografias a retratar o trabalho realizado, mostrando investigadores, estudantes e funcionários a desempenhar tarefas essenciais com máscara.

“A forma como a ciência nos moveu para o futuro é agora representada pelas imagens sem máscara, um novo normal possível graças à ciência”, lê-se em comunicado. A exposição marca também o encerramento da task-force científica Covid-19, criada pelo Instituto, na qual vários laboratórios mudaram parte da sua investigação para estudar o vírus e as suas variantes, desenvolver novos testes, terapias, e muito mais.

Tal como a mesa redonda, a inauguração é também aberta ao público. A exposição estará patente no Templo da Poesia até dia 28 de fevereiro, com entrada gratuita.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA