na cidade

Sustentabilidade ambiental domina propostas do Orçamento Participativo de Oeiras

Maioria das propostas apresentadas têm como objetivo tornar o Concelho mais verde. Ainda pode apresentar ideias até dia 20.
Novas ciclovias entre as muitas ideias.

Os cidadãos de Oeiras estão preocupados com a sustentabilidade ambiental do Concelho. É exatamente esta preocupação que reflete a maior parte das propostas apresentadas no âmbito do Orçamento Participativo e que vai colocar a Câmara Municpal a gastar cerca de 2 milhões de euros nas melhores ideias para o município.

Mais ciclovias, mais parques e zonas verdes, e ainda mais ecopontos nos vários locais do Concelho são algumas das propostas recebidas até agora. Há também vários projetos para a criação de parques caninos, assim como sugestões de implementação de mais postos de carregamento de veículos elétricos.

Ao todo, foram submetidas 43 propostas durante a primeira fase deste Orçamento Participativo, que termina dia 20 de abril. Ou seja, já só tem até sexta-feira para partilhar a sua ideia para melhorar a qualidade de vida de todos os habitantes da autarquia. 

O Orçamento Participativo arrancou no dia 1 de março e tem uma dotação de dois milhões de euros. Cada proposta apresentada tem um custo máximo de 300 mil euros. Após o período de submissão de ideias online segue-se um conjunto de assembleias participativas em que os cidadãos também vão poder apresentar propostas.

Todas as propostas apresentadas e validadas serão depois submetidas a uma primeira fase de votação, que decorre entre abril e maio.

tags: ambiente, Câmara Municipal de Oeiras, Orçamento Participativo