na cidade

Senhor Benny: o cão oeirense que é um sucesso no Instagram

A New in Oeiras falou com Benny, que é como quem diz, com as donas do patudo recentemente adotado.
Um amor.

Chama-se Senhor Benny e é um dos cães mais giros do Instagram. É de Oeiras, tem uma página só para si e conta já com mais de 600 seguidores em apenas um mês. As duas donas, Andreia Costa e Inês Jerónimo, moram no centro histórico de Oeiras. Em abril, adotaram o famoso Benny.

“Temos uma adoração especial por cães e não tomámos esta decisão mais cedo com medo que um apartamento não fosse o espaço ideal para ter um patudo, por ser pequeno. Falámos do assunto quando nos mudámos há um ano, mas foi ficando sempre em standby”, explicam as donas, de 32 e 33 anos.

Andreia Costa é técnica de contabilidade, Inês Jerónimo é designer. “Agora, durante este último confinamento, encontrámos algumas vezes os nossos vizinhos no terraço, com os seus dois cães e claro que o tema voltou. Quando demos por nós já tínhamos o browser do portátil entupido com páginas de associações de animais e canis. Foi aí que percebemos que a decisão já estava tomada.”

Ambas já tinham tido animais de estimação, em casa dos pais. Inês tem até outra cadela, que também foi adotada, chamada Mel, de porte grande e muita energia, que está em casa dos pais, onde tem um quintal grande para correr.

Depois de decidirem que iriam adotar, procuraram vários canis e associações, e falaram com amigos para saber se alguém teria cães para adoção. Entraram em grupos no Facebook e acabaram por descobrir um anúncio da Denúncia Animal Portugal (DAP). O pequeno Benny tinha sido resgatado da rua, em mau estado, e estava a recuperar ao cuidado da senhora que o tinha salvo.

Através da associação, entraram em contacto com a cuidadora e marcaram logo um encontro. “Queríamos perceber se havia química entre nós e fez-se match no primeiro encontro. Combinámos depois que o iríamos trazer para ficar connosco durante uma semana, para percebermos se ele se adaptava bem. Só foram precisos dois dias para termos a certeza que era o cão certo para nós, e nós as humanas certas para ele.”

Não se sabe ao certo a idade de Benny, mas a sua veterinária estima que tenha entre dois a três anos. E como surgiu a página de Instagram? “Nos primeiros dias com ele percebemos logo o quão fotogénico é. Sempre a sorrir para todos, mesmo a pedir o click. As hipóteses eram encher as nossas páginas pessoais com fotos irresistíveis do Benny, ou criar uma página para ele esbanjar sorrisos e dar asas à sua simpatia. E assim nasceu o Senhor Benny. Já fez amigos e descobrimos novos vizinhos graças à grande comunidade canina do Instagram.”

Benny adora dormir, especialmente encostado às donas ou ao seu urso de peluche. Assim que pegam na trela, ele corre em direção à porta e tem um local favorito para passear: o parque do Jamor.

Porém, tem um defeito que deixa as donas loucas. “Saltar para a parte do sofá que não está protegida com a sua manta, para os pêlos [risos].”

Os finais de tarde de sexta-feira estão sempre guardados para o seu parque favorito, e os sábados e domingos são dias de mimos, dog park, e visitar o resto da família. As fotografias, e a página de Instagram, são todas geridas pelas donas.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA