na cidade

Scotturb reduz horários das carreiras para fazer face à crise de combustíveis

A empresa que opera em Oeiras, Cascais e Sintra anunciou que todos os autocarros vão circular menos vezes.
O plano está ativo até acabar a greve.

A greve dos motoristas de matérias perigosas já está a afetar as empresas de transportes rodoviários. Com a redução de abastecimento de combustíveis e sem o fim da greve à vista, são muitas as companhias de autocarros a adotarem medidas para garantir reservas de gasóleo durante um maior período de tempo.

Desta forma, a Scotturb, que opera em Oeiras, Sintra e Cascais decidiu ativar um plano de contingência durante os dias da semana. Até ao normal abastecimento de combustíveis, todas as carreiras desta empresa vão ser feitas em horários de sábado. Ou seja, em horário reduzido durante a semana.

“Desde a passada segunda-feira, dada a redução de fornecimento de combustível a que fomos sujeitos, fomos forçados a adotar os horários de sábado”, explicou a empresa de transportes em comunicado enviado à New in Oeiras.

Na zona de Oeiras operam as carreiras 467 (da estação de Oeiras até à Portela de Sintra), 468 (da estação de Oeiras à estação de Rio de Mouro), 471 (de Carcavelos mas passa por Oeiras), 479 (da estação de Oeiras à urbanização Jardins da Parede) e 489 (da estação de Oeiras ao terminal da Parede). A carreira 470, que aos sábados circula entre a estação de Oeiras até Conceição da Abóboda, em São Domingos de Rana, tem o percurso prolongado até Talaíde, durante a semana.

Já nas zonas de Cascais e Sintra, as carreiras 445 (de Carvalhal até à Portela de Sintra), 461 (da estação de Carcavelos a Talaíde) e 464 (da estação de Carcavelos até Manique), que não têm horários de sábado, serão feitas normalmente.

tags: autocarros, oeiras, plano de contingência, Scotturb, transportes rodoviários