na cidade

Sabe qual é melhor forma de se proteger quando utiliza os transportes públicos?

A Direção-Geral da Saúde publicou algumas recomendações que devem ser seguidas por utentes e por trabalhadores.
Há cuidados que deve ter.

Usar máscara passou a ser requisito obrigatório para andar de transportes públicos, tudo devido à Covid-19. Esta quarta-feira, 20 de maio, a Direção-Geral da Saúde divulgou um conjunto de normas que deve ser seguido pelos operadores e pelos utentes para evitar o risco de contágio pelo vírus.

Aos utilizadores é pedido que respeitem os circuitos que foram criados e também as várias normas recomendadas por cada meio de transporte. O distanciamento físico, a lavagem correta das mãos e a etiqueta respiratória são regras básicas.

Antes e depois de utilizar o transporte deve desinfetar as mãos. Outra das recomendações é que evite o contacto com as várias superfícies. Nas filas de entrada a distância de segurança deve ser mantida, o mesmo acontece nos terminais e estações.

Devem ser minimizados os cruzamentos entre as pessoas nas entradas e saídas. É importante que evite circular dentro ou entre as várias carruagens. Os pagamentos ao motorista também devem ser evitados, bem como a troca de outro tipo de material.

Não deve andar de transportes públicos se apresentar algum dos sintomas para a Covid-19 ou se for um caso suspeito ou até mesmo confirmado. Nesse caso, deverá contactar a linha SNS 24 (808 24 242 24).

Nos táxis também deve ter cuidados.

No caso de táxis, os transportes individuais, devem ser os clientes a colocar a bagagem, sempre que possível. Apenas nos casos em que exista incapacidade é que deverá ser pedido auxílio ao motorista. O banco traseiro deve ser o único a ser utilizado. 

Durante a viagem, deve manter as mãos no colo e evitar tocar nas várias superfícies do veículo. O contacto direto e muito próximo com o condutor deve ser evitado. Se estiver doente ou com sintomas deve utilizar a máscara.

Veja a orientação completa, com mais indicações também para as empresas e trabalhadores.

tags: autocarro, coronavírus, covid-19, higiene, máscaras, oeiras, segurança, transportes

outros artigos de na cidade

mais histórias de Oeiras