na cidade

Pedimos à Layla para criar um roteiro de 3 dias em Oeiras e as respostas não surpreenderam

A New in Oeiras testou a nova ferramenta de Inteligência Artificial, que se dedica a criar circuitos turísticos.
Destaca pontos fortes do concelho.

Depois da Siri, da Alexa e dos muitos bots impulsionados pela Inteligência Artificial, que respondem a todas as questões possíveis e imaginárias, chegou a Layla. A criação, com base na IA, quer responder a todas as perguntas relacionadas com viagens: qual é a melhor praia, os melhores locais para visitar numa determinada cidade, os melhores voos, etc.

Diz ser a “fada madrinha da inspiração de viagens”, e promete ajudar os turistas que não têm paciência para criar itinerários ou que ainda não sabem que destino de férias escolher. “Chega de fazer malabarismos com um milhão de janelas abertas a tentar encontrar os melhores voos, hotéis e atividades. Tenho tudo sob controlo. Vou encontrar os destinos mais badalados, os voos mais económicos e as estadias dignas do Instagram”, lê-se na apresentação.

A plataforma “Just Ask Layla” nasceu em Berlim no final de 2023. Foi criada por Jeremy Jauncey, fundador da Beautiful Destinations, um meio de comunicação de viagens com mais de 50 milhões de seguidores nas redes sociais, e Saad Saeed, cofundador da Flink, serviço de entrega de alimentos.

“Hoje em dia, as pessoas inspiram-se principalmente em vídeos curtos nas redes sociais, mas não há como transformar essa inspiração numa viagem. Queremos ajudar os utilizadores a descobrir os lugares perfeitos, preenchendo a lacuna entre as redes, o planeamento e as reservas”, explicou Jauncey.

Desde o seu lançamento que a Layla se tornou um sucesso na indústria das viagens e turismo, utilizando a Inteligência Artificial para criar roteiros personalizados para vários destinos — Portugal incluído.

“Olá, sou a Layla. Estou animada por ajudá-lo com tudo o que for relacionado a viagens. Posso dizer onde ir, em que época do ano visitar, o que fazer…a lista é interminável. Pode perguntar qualquer coisa”, começa por escrever no chat.

A Layla.

A New in Oeiras decidiu experimentar esta nova plataforma de viagens, para perceber que tipo de locais sugere a um turista interessado em explorar o concelho de Oeiras durante três dias. “Ah, Oeiras! Aquele cantinho que é tipo Lisboa, mas sem a confusão”, respondeu. Não temos certeza se, com este comentário, a Layla conhece realmente a zona, mas partilhamos o roteiro com sugestões de atividades para fazer de manhã à noite, incluindo restaurantes para almoçar e jantar.

Primeiro dia

Para o primeiro dia, a Layla apresenta algumas sugestões relacionadas com história e cultura. Recomenda começar a manhã com uma visita ao Palácio Marquês de Pombal. “Este palácio do século XVIII é um exemplo impressionante da arquitetura barroca e oferece uma visão fascinante da história portuguesa. Passeia pelos jardins exuberantes e explora os interiores ricamente decorados”, sugere. Para almoçar, a dica é o restaurante O Pombalino, “com uma excelente seleção de pratos de peixe e marisco”. 

Para o período da tarde, a plataforma aconselha um passeio na Fábrica da Pólvora de Barcarena. “Este museu ao ar livre oferece uma visão única e fascinante sobre a história industrial de Portugal. Caminha pelos antigos edifícios da fábrica e aprende sobre o processo de produção de pólvora”. Para terminar o dia, a Layla recomenda A Quinta para jantar, “um restaurante acolhedor e com pratos tradicionais portugueses, perfeitos para recarregar as energias após um dia cheio de exploração”. 

Segundo dia

Passar tempo perto da natureza são as sugestões para o segundo dia. A plataforma sugere que comece o dia com um passeio matinal pelo Parque dos Poetas, “um jardim temático dedicado aos poetas portugueses”, com vários cantinhos para explorar, onde pode beber um café ou ler um livro. De seguida, siga para o restaurante Casa da Dízima, em Paço de Arcos, para um almoço com “uma vista deslumbrante sobre o mar e uma cozinha requintada”.

De tarde, já que estamos em plena época de verão, a Layla indica uma ida à praia de Santo Amaro de Oeiras, onde poderá relaxar e dar uns mergulhos para aproveitar o bom tempo. Para jantar, vá até Algés, para experimentar O Relento, “um lugar descontraído, com marisco, pratos típicos e uma boa seleção de vinhos”. 

Terceiro dia

Para o terceiro e último dia, a Layla sugere que alugue uma bicicleta e explore a costa do concelho num percurso pelo Passeio Marítimo de Oeiras ou pelo Passeio Marítimo de Caxias. “É uma ótima maneira de começar o dia com um pouco de exercício enquanto aprecia as vistas deslumbrantes do oceano”, refere. Para almoçar, pode passar pelo Mercado de Algés, onde encontra diferentes opções gastronómicas, “perfeito para quem quer experimentar um pouco de tudo”. 

Da parte da tarde, siga até à Cruz Quebrada para visitar o Aquário Vasco da Gama, “um dos mais antigos do mundo, perfeito para um dia em família” ou passe pelo Parque Urbano de Miraflores, “um ótimo lugar para uma caminhada ou um piquenique”. Para a última refeição do dia, a Layla recomenda O Pátio Antico, um restaurante “com um toque rústico e pratos tradicionais portugueses”. 

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA