na cidade

Palácio Anjos em Algés recebe o workshop “Breve História do Sexo” este sábado

O evento insere-se no âmbito da programação paralela da mostra "Amor Veneris — Viagem ao Prazer Sexual Feminino".
Obra de Maria Beatriz, exposição "Amor Veneris"

Na recente entrevista que a NiO fez à sexóloga Marta Crawford, um dos motivos apontados para que alguns temas ligados ao sexo fossem ainda tabus para os portugueses é a grande falta de informação e desconhecimento que existe sobre os mesmos. 

“O tabu tem a ver com a desinformação e com os equívocos. Aprendemos coisas no espaço da nossa família, da escola, da comunidade, que influenciam a nossa perceção do mundo, mesmo coisas tão simples como por exemplo o que é a pílula do dia seguinte. Se em casa se considerar que é algo abortivo ou for tabu, eu vou ter ideias erradas sobre isso e até sobre o meu corpo”, referia Marta Crawford, psicoterapeuta e terapeuta sexual e familiar. 

A fundadora do Musex e curadora da mostra “Amor Veneris — Viagem ao Prazer Sexual Feminino” sublinha ainda a importância de se falar mais de sexo, numa abordagem pedagógica. “Ainda falta educação sexual nas escolas, na família, na sociedade. As pessoas querem fazer parte da dita normalidade e deixam-se levar por opiniões que às vezes não são as corretas. Na escola não se fala do prazer, de intimidade, das fronteiras, da comunicação íntima”. 

É neste sentido que foi criada uma programação paralela à exposição, patente no Palácio Anjos, em Algés, para que se possam abordar tópicos relacionados com o tema central da mesma em conversas, workshops, oficinas e visitas, de forma a quebrar preconceitos, barreiras e, certamente, tabus.

Este sábado, 21 de janeiro, decorre mais um destes eventos. O workshop “Breve História do Sexo” será conduzido pela socióloga Isabel Freire. A iniciativa, recomendada para maiores de 15 anos, tem como principal objetivo estimular a reflexão sobre identidades e expressões dos afetos e sexualidades, no presente.

A iniciativa é dedicada ao tema da cidadania da intimidade (igualdade e diversidade sexual e de género), no qual será feito um enquadramento das mudanças políticas, legais, sociais e culturais nas vivências íntimas (afetivas e sexuais) em Portugal. O workshop começa às 17 horas. A participação implica inscrição prévia para o email programacao@nullmusex.pt.

“Amor Veneris — Viagem ao Prazer Sexual Feminino” é a primeira exposição do MUSEX — Museu Pedagógico do Sexo, realizada com o apoio do Município de Oeiras. Pode ser visitada às terças, quartas, quintas e domingos das 11 às 19 horas e às sextas, sábados e feriados das 11 às 20 horas. O bilhete para a exposição tem o valor de 5€ e pode ser adquirido no Palácio Anjos ou na Ticketline

Carregue na galeria para conhecer alguns espaços e obras que pode encontrar ao longo da exposição.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA