na cidade

Oeiras recebe o primeiro festival internacional de ciência criado em Portugal

O evento vai contar com mais de 700 atividades e 100 oradores de mais de duas dezenas de países.
Será em outubro.

Chama-se FIC.A e é o primeiro Festival Internacional de Ciência organizado e realizado em Portugal. Acontece entre 12 e 17 de outubro, nos Jardins do Palácio Marquês de Pombal, em Oeiras.

Durante estes seis dias, a iniciativa vai proporcionar várias experiências nas áreas da ciência, artes e cultura. Irá reunir mais de 100 entidades académicas, científicas, tecnológicas, diplomáticas, governamentais e não-governamentais.

No total, o programa vai contar com mais de 700 atividades, com 100 oradores de mais de duas dezenas de países. Pode esperar debates, palestras, exposições, espetáculos, concertos e workshops.

O evento deverá receber 40 mil visitantes, dos quais metade serão alunos. Várias das atividades serão também transmitidas via livestreaming para todo o mundo. O embaixador do evento é Alexandre Quintanilha, nome incontornável da ciência no nosso País.

Alguns dos nomes já divulgados que fazem parte do programa são: Timothy Caulfield, produtor da série documental da Netflix “A User’s Guide to Cheating Death”; o astronauta português Rui Moura; e Barry Fitzgerald, investigador e comunicador de ciência. O FIC.A irá decorrer entre as 9h30 e as 23 horas, com entrada gratuita, mediante reserva dos bilhetes na plataforma online.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA