na cidade

Oeiras investe 1 milhão de euros para ajudar o Serviço Nacional de Saúde

Esta segunda-feira, 16 de março, a Câmara Municipal anunciou várias medidas extraordinárias para fazer face à pandemia do Covid-19.
O investimento vai servir para comprar material.

O Presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, tomou uma série de medidas esta segunda-feira, 16 de março, para fazer face à pandemia do Covid-19. Entre elas, está o encerramento de espaços públicos. Mas há ainda uma ajuda extra ao Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Como o SNS enfrenta grandes dificuldades, o Município de Oeiras, a Câmara e a Assembleia Municipal irão aprovar uma verba extraordinária para aquisição e a entrega de material urgente ao Serviço Nacional de Saúde (e por indicação deste) no valor de 1 milhão de euros.

700 mil euros estão destinados à compra de ventiladores e 300 mil euros são para comprar de seringas elétricas difusoras, batas impermeáveis, fatos-macaco impermeáveis, boteiras, viseiras e óculos e máscaras.

Na Câmara Municipal há também novas diretivas. Como o facto de todos os trabalhadores municipais cujas funções possam ser realizadas em teletrabalho são colocados nessa condição.

Todo o atendimento municipal ao público, exceto com prévia marcação para questões urgentes, está cancelado. As instalações e os transportes municipais serão desinfetados de forma regular.

Os funcionários de serviço vão medir a temperatura diariamente.  E haverá pacote de testes para os trabalhadores municipais.

A Câmara irá comprar equipamentos de proteção para os funcionários de serviço, polícia municipal e proteção civil, reforçando em 500 mil euros o orçamento.

Estas são medidas que irão vigorar até 30 de abril. Mas podem ser reavaliadas a qualquer momento, sendo que  fazem efeito para os serviços municipais, serviços intermunicipalizados e empresas municipais.

A Polícia Municipal, no âmbito das suas funções, vai continuar realizar ações pedagógicas de sensibilização junto dos oeirenses.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA