na cidade

O Taguspark vai passar a chamar-se Cidade do Conhecimento

O novo conceito sublinha aquilo que se faz no espaço e o seu alinhamento com o projeto Oeiras Valley.
Um novo nome.

O Taguspark tem um novo posicionamento, que traz consigo uma novidade no seu nome. O maior parque de ciência e tecnologia do País pretende sublinhar aquilo que faz, conhecimento, e o seu alinhamento com o projeto Oeiras Valley, um território de inovação.

“O Taguspark tem as características de uma cidade especial. Tudo aquilo que aqui acontece é em contexto urbano. O parque junta um conjunto de serviços e de áreas de comércio, tem arte e cultura, tem políticas de civismo e dignidade laboral. Somos uma cidade económica, que produz conhecimento baseado em ciência e tecnologia, que produz riqueza”, afirma Eduardo Baptista Correia, CEO do espaço.

A nova assinatura, Taguspark Cidade do Conhecimento, foi criada para apresentar numa só expressão aquilo que o espaço significa atualmente para Oeiras e para o País. “Com esta mudança de assinatura, decidimos sublinhar aquilo que fazemos. É o conhecimento que está na génese do desenvolvimento, que nos permite ir mais longe e alargar fronteiras. Queremos que aquilo que aqui se faz seja um exemplo para o País a todos os níveis.”

Esta cidade do conhecimento é o espaço de trabalho de cerca de 16 mil pessoas, divididas por 160 empresas e 22 startups na Incubadora Taguspark. O complexo é ainda conhecido pelo projeto em construção do Museu de Arte Urbana — relembre o artigo da NiO que conta a história das instalações artísticas que estão a ser montadas.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA