na cidade

O polémico Obelisco do Templo já foi inaugurado no Parque dos Poetas

O monumento presta homenagem a todos os que contribuíram para a existência deste jardim do concelho.
Fotografia da Câmara Municipal de Oeiras.

Chama-se Obelisco do Templo e é o novo monumento no Parque dos Poetas. O presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, inaugurou a obra de Júlio Quaresma no dia 25 de abril.

O obelisco pretende homenagear todos os que contribuíram para a existência do Parque dos Poetas, sobretudo os poetas, escultores, mecenas, os construtores e os fabricantes. Além disso, todo o monumento está repleto de simbolismo.

A altura, 1759 centímetros, remete para a data de constituição do concelho por carta régia (1759), assim como a base, com 1759 milímetros. A mesma base tem cinco degraus, que correspondem às cinco freguesias atuais do concelho.

Fotografia da Câmara Municipal de Oeiras.

A luz, os materiais e a cor representam os valores do concelho; e a luz projetada para o céu indica os caminhos futuros. Já a pedra dura de granito garante eternidade, figurando a força, a resiliência e a durabilidade. O vermelho da pedra significa ainda paixão e energia.

A imponência do monumento não deixou os munícipes indiferentes. As redes sociais encheram-se de manifestações, umas de amor, outras de ódio, nos últimos dias.

“Lindíssimo e imponente! Uma justa homenagem a todos que pelas suas obras assim o mereceram. Obrigada Sr. Presidente”, lê-se num dos comentários na página de Facebook do Município de Oeiras.

“Sinto repulsa, indignação. Sinto-me gozada”, refere outro seguidor. “A cultura agradece os 600 mil euros por mais um mamarracho, enfim é tudo uma questão de prioridades.”

A famosa página satírica “Insónias em Carvão” chegou mesmo a criar um meme para a ocasião. Nele é possível ver o obelisco replicado até criar a forma de uma mão, segurando um charuto. A montagem foi publicada no Twitter e conta com alguns comentários irónicos.

Imagem de Insónias em Carvão.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA