na cidade

Nestlé Portugal inaugura um campus sustentável em Linda-a-Velha

Foi desenvolvido sob o conceito “All Together” que transformou o interior e o exterior de um edifício construído em 1994.
Este é o novo Campus.

A Nestlé Portugal inaugurou a semana passada o seu Campus sustentável em Linda-a-Velha, um projeto pensado em 2018 e que apenas se iniciou em 2020. A total remodelação incluiu o desenvolvimento do conceito “All Together”, isto é: existem agora as condições ideais para se trabalhar, permitindo um equilíbrio do bem-estar físico, emocional e laboral. Neste espaço não foram criados gabinetes individuais e houve um aumento da área útil. 

Esta transformação do interior e exterior de um edifício que fora construído em 1994, faz com que agora os colaboradores tenham acesso a seis silent areas (espaços para trabalhar de forma isolada), 21 cocoons (casulos) e cabines telefónicas, assim como zonas de convívio e pontos com máquina de café. Se quiserem, também lhes é permitido levar os seus animais de companhia. Ao ar livre, há áreas de escritório, aulas de ioga e hortas biológicas. Esta sede, para além disto tudo, tem um lugar para as crianças.

A sustentabilidade foi o mote para esta construção e é nesse sentido que este edifício está no processo de obter as certificações LEED e WELL. A primeira diz respeito a opções tomadas na configuração dos espaços interiores e exteriores, como a eficiência hídrica e os materiais utilizados, a segunda reconhece o nível de bem-estar dos trabalhadores. Painéis solares também foram incluídos neste novo projeto, permitindo poupanças de energia e uma redução de, pelo menos, 300 toneladas por anos relativamente às emissões de CO2.

O novo Campus da Nestlé Portugal, vai servir de ponto central para a transformação da frota automóvel, ou seja, para veículos 100% elétricos. Até 2024, um total de 465 automóveis terão esta tecnologia. E porque a sustentabilidade é o caminho, o espaço conta com 48 carregadores elétricos.   

A equipa total vai somar cerca de mil colaboradores de 43 nacionalidades diferentes, tendo em consideração os dois géneros: 50% serão mulheres e os outros 50% serão homens. 

“Consideramos que a forma como trabalhamos e os espaços onde o fazemos influenciam diretamente o desenvolvimento e o fortalecimento da comunidade empresarial, bem como o bem-estar de cada um de nós. A criação de um novo Campus – pensado e desenhado pelas nossas próprias pessoas, de acordo com a organização antecipativa que criámos – está na verdade centrado nas pessoas, proporcionando as condições ideais para a sua forma de trabalhar e de se conectar, permitindo um melhor equilíbrio do bem-estar físico, emocional e laboral. Tudo isto constitui um fator maximizador da felicidade das nossas pessoas, o que resulta também numa comunidade empresarial da Nestlé em Portugal mais forte, alinhada e focada,” afirmou Paolo Fagnoni, Diretor-Geral da Nestlé Portugal.

O evento de inauguração.

Logicamente, todo o edifício tem ligação à Internet para que seja possível escolher qualquer sítio para se trabalhar. As salas de reunião têm projetores e existe também um circuito de televisão corporativa com monitores em todas as áreas comuns. 

A empresa Nestlé já assumiu o compromisso de lutar a favor da neutralidade carbónica que pretende atingir até 2050. Esta transformação evidenciou o objetivo do grupo em preservar o ambiente, mas também em proporcionar as melhores condições aos seus colaboradores para que sejam felizes a fazer o seu trabalho diariamente. 

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA