na cidade

Movimento oeirense “Vizinhos à Janela” ganha prémio de solidariedade civil da UE

O Civil Solidarity Prize foi atribuído ao projeto que ajudou a transformar um bairro numa comunidade de entreajuda.
Um dos 23 projetos galardoados.

O movimento “Vizinhos à Janela” nasceu no primeiro confinamento, em março de 2020, com os moradores do bairro do Jardim dos Arcos, em Oeiras. Esta segunda-feira, 15 de fevereiro, ganhou o prémio Solidariedade Civil do Comité Económico e Social Europeu (CESE) na categoria ofertas culturais.

O melhor candidato português “constituiu um exemplo brilhante de notável responsabilidade cívica e solidariedade durante a crise da Covid-19”, destacou o CESE. Ao todo, foram 23 os premiados na Europa, numa cerimónia virtual de entrega de prémios. Cada vencedor ganhou dez mil euros.

O mentor do projeto, Íñigo Hurtado, tem 50 anos, é catalão e vive há mais de duas décadas em Portugal. Em agosto, candidatou-se ele próprio ao prémio.

“Isto começou com uma brincadeira no confinamento de março, quando duas vezes por dia íamos para a janela cantar e bater palmas. Depois, em finais de março, princípios de abril, a junta de freguesia contactou-nos no sentido de saber se podíamos ajudar a angariar alimentos para pessoas mais necessitadas. Falei com a junta, fiquei sensibilizado, e aqui no bairro foi só uma questão de nos organizarmos nos vários prédios. Atualmente ajudamos várias associações que trabalham com grupos vulneráveis e temos a ajuda de muitas empresas, mercearias e restaurantes. Ou seja, isto tornou-se um movimento social sério”, explicou Íñigo ao jornal “DN”.

O valor do prémio vai ser investido na ajuda de várias associações, mas também numa celebração. Quando a pandemia terminar, e os ajuntamentos deixarem de ser um perigo, os vizinhos do bairro planeiam organizar uma grande festa, com uma paelha (um dos pratos típicos de Espanha) para 300 pessoas.

O “Vizinhos à Janela” inspirou-se em exemplos que nos chegavam de países como Itália, ou Espanha, em março do ano passado. Às 14 e às 20 horas, todos os dias, vários vizinhos iam à janela para cantar o hino, músicas populares, bater palmas, ou até mesmo em tachos.

Foi criado um grupo no WhatsApp, que servia para combinarem o programa do dia seguinte, e mais tarde criado um movimento social de ajuda a pessoas carenciadas do concelho de Oeiras.

«Vizinhos à janela» ganha prémio do EESC – European Economic and Social Committee para a solidariedade civil! 👏👏Uma…

Posted by Representação da Comissão Europeia em Portugal on Monday, February 15, 2021

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA