na cidade

Já viu os painéis sobre biodiversidade nos parques e jardins de Oeiras?

É possível ter mais informação sobre as espécies que existem em cada lugar. E são ótimas sugestões de percurso.
Uma novidade.

A partir de uma parceria entre o Município de Oeiras e o Tagis – Centro de Conservação das Borboletas surgiu a instalação de Biospots e Estações da Biodiversidade. Para isso, foi feito um levantamento da biodiversidade dos principais parques urbanos e jardins municipais do concelho.

Estas instalações fazem parte de uma rede nacional de percursos de observação da natureza. Os painéis ilustram a diversidade de espécies e habitats de cada local, com particular destaque para os insetos e plantas, que são a base dos ecossistemas terrestres.

Estas informações podem servir como guia de campo, desafio para tentar descobrir as espécies, jogo em família ou apenas para consulta. Pode servir ainda como apoio à comunidade científica, para monitorizar a biodiversidade dos espaços.

Os Biospots estão disponíveis na Fábrica da Pólvora de Barcarena, no Jardim Municipal de Oeiras, no Jardim do Palácio do Marquês de Pombal, no Parque dos Poetas, e na Quinta Real de Caxias. Já no Parque Urbano do Jamor, encontra-se uma Estação da Biodiversidade.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA