na cidade

Já pode visitar o maior presépio de Oeiras — tem 9 mil peças e 62 metros quadrados

Está aberto ao público no átrio da Piscina Oceânica, até 8 de janeiro de 2023. A entrada é gratuita.
Pode visitá-lo todos os dias.

Dezembro começou em grande no concelho, com a apresentação daquele que se caracteriza como o maior presépio de Oeiras. Desde quinta-feira, dia 1, que o público já pode visitar o espaço de 62 metros quadrados, onde se reúnem mais de nove mil peças que criam uma história que vai muito para além da meia dúzia de personagens que normalmente compõem os presépios caseiros. 

Ao entrar no átrio da Piscina Oceânica, em Oeiras, estão três blocos de espaços distintos, onde se encontram o presépio tradicional, o presépio etnográfico de Portugal e o presépio do mundo, alusivo às paisagens do deserto. Os visitantes vão caminhando pelo percurso proposto, que pode ser demorado caso queira parar para observar com atenção todos os pormenores.

Vai encontrar representações de várias profissões, artes e ofícios, diferentes animais e casas, elementos da vida rural, pontes, comboios, episódios do dia a dia e algumas cenas bíblicas, entre muitas outras particularidades que vale a pena descobrir. Há peças animadas e motorizadas, que se encontram em constante movimento, circuitos de água, e até um sistema de iluminação que muda de cor se bater palmas. Experimente e incentive os miúdos a fazê-lo também. 

Na zona do presépio tradicional e etnográfico de Portugal estão representadas algumas regiões do País, determinadas pela UNESCO como Património Cultural Imaterial da Humanidade, assim como expressões culturais e as tradições. Foram também acrescentadas, segundo a organização, personagens da vida oeirense que são costumeiras nas feiras e romarias do concelho.

Este presépio, que começou a ser construído há 19 anos, faz parte da coleção particular de Teresa e José Simões de Carvalho, que gentilmente o cedem para ser admirado por todos. A maioria das peças foi criada ou transformada com recurso a materiais recicláveis. Para estes artesãos, o lixo de uns é o luxo das suas peças, que já estiveram expostas em diversos locais públicos, dentro do concelho de Oeiras.

Com peças de artesãos e miniaturistas internacionais, desde franceses, ingleses, a marroquinos tem, principalmente, elementos produzidos por artistas portugueses como Ana Castelão, Cilocas e Vítor Amaro. Não são só os miúdos que vão adorar conhecer este presépio em grande escala, os adultos também vão ficar encantados com o mundo que ali se criou.

É um excelente programa para fazer em família. O presépio pode ser visitado, diariamente, das 11 às 13 horas e das 14 às 19 horas (encerra a 25 de dezembro e 1 de janeiro). Está aberto ao público na entrada da Piscina Oceânica de Oeiras até dia 8 de janeiro de 2023.

A iniciativa é promovida, uma vez mais, pela empresa municipal Oeiras Viva, responsável por ter exposto este presépio na Marina de Oeiras entre 2014, 2015 e 2016. A entrada é livre. 

Carregue na galeria para conhecer alguns detalhes do maior presépio de Oeiras.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA