na cidade

Já viu a nova construção na rotunda do Oeiras Parque?

"Templo da Água" é o nome dado ao projeto que valoriza os recursos hídricos e que o levará às Cataratas do Niágara.
Termina em 2022.

Este verão, a Câmara Municipal de Oeiras iniciou novas obras junto ao Parque dos Poetas, na rotunda do Oeiras Parque. A construção é um museu com o nome “Templo da Água”, cujo investimento vai rondar os 5,2 milhões de euros, e que ficará terminado em 2022. É em parceria com os SIMAS que vai nascer um museu completamente inovador no concelho de Oeiras.

O objetivo é que seja possível oferecer uma experiência diferente aos visitantes e, ao mesmo tempo, dar informações sobre a importância da água e o seu papel na Natureza. É a partir de reproduções tridimensionais com componente sensorial das Cataratas do Niágara ou o Ártico que o público ficará sensibilizado para este tema. Quando o museu abrir, pode esperar a tecnologia mais recente ao longo da sua visita. O projeto terá áreas em 4D (tecnologia quadrimensional), IA (Inteligência Artificial), loT (internet of things) e 5G (nova geração de telecomunicações/internet móvel).

Do pouco que já foi revelado, esta iniciativa vai juntar os meios tecnológicos às interações físicas e humanas para promover experiências únicas para o público de todas as idades. O presidente do conselho de administração dos SIMAS e da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, já explicou que os visitantes vão ser surpreendido do início ao fim, como se estivessem realmente no local retratado. A intenção é criar uma espécie de National Geographic ao vivo.

O Centro de Ciência e Interpretação Ambiental da Água é um projeto dinamizado pelos Serviços Intermunicipalizados de Água e Saneamento (SIMAS) de Oeiras e Amadora. Este serviço público pretende atingir uma maior qualidade dos seus serviços trabalhando em conjunto com as autarquias. Juntando o útil ao agradável, vão-se associando a projetos dinamizadores dos concelhos. 

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA