na cidade

IronCaxias já tem data — e o melhor é continuar a treinar muito

O treino informal é organizado há três anos e tem cada vez mais adeptos. No fim há sempre tempo para um bom jantar.

As provas IRONMAN são conhecidas em todo o mundo pelo seu grau de dificuldade. Estas competições não são para medricas. Em Oeiras, há um grupo que se reúne há três anos de forma informal para fazer todas as etapas. E já foi anunciada a data oficial para o IronCaxias. Marque na agenda: 3 de agosto.

Este mega treino começa bem cedo. Pelas seis da manhã começam a chegar à praia de Caxias todos aqueles que reservam este sábado para testar os seus objectivos. Às 6h30 começa o primeiro segmento do triatlo. São 3 mil e 800 metros a nadar. Por volta das 8h30 começam a pedalar rumo a Porto Alto, Samora Correia, e fazem a viagem de regresso sempre em bicicleta num percurso de 180 quilómetros. E para acabar bem o dia, há a corrida pelo Passeio Marítimo de Algés para cumprir 42,2 quilómetros.

A diferença entre o IronCaxias e a prova internacional? É que no fim ainda há tempo para um belo jantar e umas fotos de grupo. “Não é uma competição. É um grupo de pessoas bem dispostas que gostam destas maluqueiras do desporto”, explica José Pedro Canela, 43 anos, o mentor desta iniciativa.

Este evento começou por teimosia de José Pedro, que há poucos anos descobriu a paixão pelo desporto e não há dia que não faça o seu treino. “Tinha uma vida com muito stress. Descobri que tinha uma doença e resolvi mudar as minhas prioridades. Comecei com uma app para treinos de corrida e fui sempre superando os meus objetivos”, revela à New in Oeiras.

Deixou o trabalho numa empresa de distribuição e dedicou-se a dar aulas particulares de música. O desporto faz parte do dia a dia. Sempre teve admiração pelas competições de IRONMAN internacionais e começou por juntar um grupo de amigos para fazer um treino semelhante em Oeiras. “No primeiro ano que fiz isto, em 2017, foi só com um grupo de amigos. No ano passado já apareceram muitos mais”.

Neste encontro não há lugar para a competição. As pessoas reúnem-se pelo desporto. “Existe mesmo espírito de grupo. Há sempre quem leve carro para dar assistência, levam águas proteína, bananas, tudo para partilhar. E fazemos questão de comer uma bifana a meio do dia. No final há sempre tempo para o convívio e um jantar com a malta toda”, conta José Pedro Canela.

A iniciativa é marcada para um sábado para que as pessoas tenham tempo de recuperar. Mas nada de ficar parado no sofá. Há que aproveitar o domingo para fazer algum exercício para depois não se queixarem com dores.

tags: bicicleta, caxias, corrida, desporto, Ironman, natação, oeiras, treino, triatlo