na cidade

Google Maps vai dar ajuda na prevenção e mostrar zonas de maior risco de Covid-19

Funcionalidade está a ser finalizada e deverá estar disponível em breve.
Informação será bem atual.

O Google Maps já se tornou algo tão prática e natural de se usar que é difícil lembrar o tempo em que andavámos de mapa na mão por áreas desconhecidas a tentar perceber o sítio exato onde nos encontrávamos.

Nesta fase de pandemia, a aplicação ganha agora toda uma nova dinâmica permitida pelo facto de poder ter informação atualizada. Embora ainda não esteja disponível em Portugal, a nova funcionalidade do Google Maps vai mostrar as zonas de risco do novo coronavírus. Deverá ser lançada em breve nos mais de 200 países e regiões onde o Google Maps é suportado.

Será através de um sistema simples de cores que as zonas estarão identificadas. A cinza, serão exibidas as zonas de menor risco, em que houve menos de um caso por cem mil habitantes nos sete dias anteriores. Quando determinadas zonas tiverem mais de 40 casos por cem mil habitantes nos sete anteriores, será a vermelho que as zonas serão exibidas.

Além disto, há um sistema de setas igualmente a funcionar. É uma pequena seta que surgirá a subir ou a descer, em função da probabilidade de o número de casos em determinada região aumentarem ou diminuírem no futuro próximo.

Os dados mais recentes da Universidade Johns Hopkins dão conta de mais de 32 milhões de casos e mais de 980 mil mortes em todo o mundo desde o início da pandemia. Em Portugal registaram-se até ao momento foram confirmados 71.156 casos. Já se registaram 1.931 óbitos por complicações causadas pelo novo coronavírus no País.

tags: covid-19, Google Maps, pandemia

outros artigos de na cidade

mais histórias de Oeiras