na cidade

Este grupo de Facebook de Oeiras é como um OLX, mas tudo é oferecido ou trocado

O Freecycle Oeiras foi lançado no dia 2 de outubro e baseia-se no movimento freecycle que existe em vários países.
Pode doar ou pedir roupa.

Há uma nova iniciativa em Oeiras que pretende ajudar a acabar com o desperdício. Chama-se Freecycle Oeiras e é um grupo no Facebook. A ideia partiu de Patrícia Barbosa, 31 anos, e moradora em Paço de Arcos.

“O lema é ‘o que é lixo para uns, é luxo para outros’ e foi baseado no movimento freecycle que existe por todo o mundo”, explica Patrícia à New in Oeiras. O grupo foi criado no dia 2 de outubro.

A fundadora já pertencia a outros grupos online de trocas e doações, como o Freecycle Cascais. “Que eu tenha conhecimento, não existe um grupo deste género só de Oeiras, e eu pensei ‘porque não fazer um grupo para abranger o nosso concelho?’.”

O grande objetivo é ajudar a diminuir o desperdício, promover a entreajuda e incentivar a solidariedade, ajudando quem mais precisa, sobretudo “neste momento”. “O grupo, acima de tudo, assenta em bases humanitárias, anti consumistas e numa perspetiva de economia circular”, indica Patrícia Barbosa.

No Freecycle Oeiras, não são permitidas vendas. Os membros do grupo apenas podem fazer três tipos de publicações: doações, trocas ou pedidos. Assim, se tiver por exemplo uma peça de roupa, uma embalagem de comid, ou um acessório de qualquer de que já não precise, pode pô-lo à disposição; se pretende dar algo mas receber outra coisa em troca pode também publicar; ou se precisa de alguma dessas coisas pode simplesmente pedir.

O grupo serve de veículo de comunicação entre membros. Para combinar as entregas, basta responder à publicação ou entrar em contacto diretamente com quem anuncia.

A fundadora já fez algumas doações, de roupa e sapatos. “O que normalmente é mais publicado, seja para oferecer como a ser pedido, é a roupa. O grupo ainda está na fase inicial de crescimento mas já tem tido bastantes trocas, e assim se tem evitado que algumas coisas acabem no lixo.”

tags: facebook, freecycle, Freecycle Oeiras, oeiras, olx

outros artigos de na cidade

mais histórias de Oeiras