na cidade

Este fim de semana prepare-se para a chegada da depressão Dora a Oeiras

Nos próximos dias, as ondas podem chegar aos 14 metros. Os distritos de Lisboa e Leiria serão os mais afetados.
Afaste-se do mar.

A agitação marítima está agravada até às 18 horas da próxima segunda-feira, 7 de dezembro. O alerta é feito pela Autoridade Marítima Nacional (AMN) e pela Marinha.

“A previsão do vento e do estado do mar indica um agravamento excecional das condições meteorológicas e da agitação marítima na costa oeste de Portugal Continental”, pode ler-se no site oficial da AMN.

Estas condições obrigaram o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) a colocar sob aviso vermelho — o mais grave de uma escala de quatro — os distritos de Lisboa e Leiria devido à previsão de agitação marítima forte, na sequência dos efeitos da depressão Dora. O resto da costa portuguesa está em aviso laranja.

O alerta vermelho vai estar em vigor entre as 12 e as 21 horas desta sexta-feira, 4 de dezembro. Preveem-se ondas de noroeste com sete a oito metros, de altura significativa, podendo atingir 14 metros de altura máxima.

Em Oeiras, o IPMA dá ainda conta de uma descida das temperaturas. Este sábado, 5 de dezembro, as máximas serão de 14 graus, subindo um grau por dia até segunda-feira.

Já as temperaturas mínimas serão extremamente baixas no início do fim de semana. Esperam-se 6 graus no sábado, 10 no domingo e 12 na segunda-feira. Irá também chover até ao dia 7 de dezembro.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA