na cidade

Covid-19: são estas as novas regras a cumprir em Oeiras

Durante, pelo menos, os próximos 15 dias convém não facilitar e cumprir estas medidas.
A zona metropolitana de Lisboa é a mais afetada pela pandemia.

Esta quinta-feira, 25 de junho, ficou decido em Conselho de Ministros que o País vai passar de estado de calamidade para o estado de alerta, já a partir do dia 1 de julho. Isto não se aplica a 19 freguesias da zona metropolitana de Lisboa.

Além de regras muito específicas para estas freguesias de Lisboa, Sintra, Amadora, Odivelas e Loures a restante região metropolitana, onde se insere o concelho de Oeiras, tem novas medidas a cumprir. Caso contrário, haverá multas a aplicar. As coimas variam entre os 100€ para pessoas individuais e os 5.000€ para empresas..

Esta decisão, vem no seguimento do crescimento de casos de Covid-19 nesta zona. Por isso, o melhor é não facilitar e saber todas as regras que serão para cumprir durante, pelo menos, os próximos 15 dias.

Não se podem juntar mais de 10 pessoas no acesso, circulação ou permanência em espaços públicos ou na via pública,  com a exceção de pertencerem ao mesmo agregado familiar.

Todos os estabelecimentos comerciais têm de encerrar até às 20 horas. Com exceção das bombas de gasolina, clínicas, farmácias, funerárias, equipamentos desportivos, supermercados, que podem encerrar às 22 horas, e, como já era sabido, os restaurantes. 

Para evitar concentrações nalguns locais, é também proibida a venda de bebidas alcoólicas nas áreas de serviço ou nos postos de abastecimento de combustíveis em toda a zona metropolitana de Lisboa.

Ainda no que diz respeito ao álcool, é proibido o consumo destas bebidas em espaços ao ar livre de acesso ao público. Com a exceção dos espaços exteriores dos estabelecimentos de restauração e bebidas.

O Município de Oeiras continua a entregar gratuitamente máscaras, mediante comprovativo de residência e apresentação de cartão de cidadão. Os kits de máscaras estão a ser entregues em vários locais do concelho, como juntas de freguesia, centros de saúde e esquadras.

tags: Câmara Municipal de Oeiras, coronavírus, covid-19, novas regras, oeiras, saúde

outros artigos de na cidade

mais histórias de Oeiras