na cidade

Covid-19: Oeiras reforça Fundo de Emergência com mais 160 mil euros

Esta verba é para apoiar instituições que todos os dias garantem ajuda a pessoas e famílias do concelho.
Para que não falte ajuda às famílias oeirenses.

Em tempos de pandemia, há que criar respostas que assegurem a continuidade do trabalho social de muitas instituições. Só assim se garante que pessoas e famílias que estão a passar por momentos vulneráveis consigam ajuda. Por isso, o Fundo de Emergência Social de Oeiras teve a sua verba reforçada aquando do início do surto epidémico em Portugal.

Agora, o Município de Oeiras aprovou mais 160 mil euros para ajudar quatro entidades do concelho: Centro Social e Paroquial São Julião da Barra; Núcleo de Instrução e Beneficência; Centro Social e Paroquial de Nossa Senhora do Cabo, e o Centro Social e Paroquial Senhor Jesus dos Aflitos.

O Fundo de Emergência Social foi criado para dar um apoio extraordinário a pessoas e famílias a viver condições extremas de vulnerabilidade social e financeira. Este é um apoio para garantir o pagamento de rendas, consumos (água, energia elétrica e gás), deslocação para efeitos de consultas ou tratamentos de saúde, cabazes alimentares que incluam produtos de mercearia e produtos frescos, assim como o pagamento de outras despesas, de caráter excecional.

Este ano, esta medida municipal já viu deferidos cerca de 400 processos. Este número, representa um acréscimo na ordem dos 250 por cento face a 2019, consequência das situações de vulnerabilidade agravadas pela pandemia Covid-19.

O Município de Oeiras já transferiu para o Fundo de Emergência Social 950 mil euros, para que várias entidades do concelho continuem a ajudar pessoas e famílias oeirenses.

tags: Câmara Municipal de Oeiras, coronavírus, covid-19, fundo de emergência social, município de oeiras, oeiras, solidariedade

outros artigos de na cidade

mais histórias de Oeiras