na cidade

Concertos, exposições e teatro: conheça o programa dos 50 anos do 25 de Abril em Oeiras

As atividades comemorativas incluem diferentes eventos culturais e até fogo de artifício. Vão estender-se até 2025.
Pedro Abrunhosa vai atuar no Jardim Municipal de Oeiras.

Estamos no mês em que se assinala o cinquentenário do 25 de Abril e a Câmara Municipal de Oeiras preparou um programa recheado de eventos e iniciativas abertas ao público, para celebrar a data. Entre exposições, momentos musicais, debates e até fogo de artifício, há muito para conhecer e participar, de forma a celebrar os 50 anos da Revolução dos Cravos, perto de casa. 

Os dias 24 e 25 de abril terão especial destaque, no entanto, as comemorações não acontecem apenas durante este mês. Ao todo, há mais de 200 iniciativas previstas pelo Município de Oeiras ao longo do ano, prolongando-se até ao final de 2025. Há também eventos organizados por diferentes entidades locais, com o objetivo de celebrar a Liberdade, como peças de teatro e conferências. 

18 de abril (quinta-feira)

9 às 17 horas — Conferência “50 anos do 25 de abril — Olhares sobre os direitos das crianças” no Auditório do TagusPark, com um painel de especialistas, que pode conhecer online.  

24 de abril (quarta-feira)

23h15 — Coro comunitário, “A Capela e o Povo”, entoará canções que marcaram a Revolução, no largo da Igreja Matriz de Oeiras. “Queda do Império”, “Vejam bem”, “Cantigas do Maio”, “Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades”, “Acordai” e “Grândola, Vila Morena”, são algumas das música que poderá ouvir. 

Meia-noite — Espetáculo de fogo de artifício, lançado nas cinco Uniões de Freguesias do Município de Oeiras: no Reservatório de Água do Alto de Santa Catarina (Linda-a-Velha), junto à escultura “Lenda de Linda a Pastora” (Queijas), no Parque dos Poetas (junto à pirâmide), no Reservatório de Água de Barcarena, no Parque Urbano de Vila Fria e no Mercado Municipal de Oeiras.

25 de abril (quinta-feira)

9 horas — Hastear das bandeiras em frente aos Paços do Concelho, com as habituais cerimónias protocolares de celebração do Dia da Liberdade.

10 horas — Sessão solene da Assembleia Municipal no Auditório da Biblioteca Municipal de Oeiras, que incluirá uma homenagem a ex autarcas do concelho.

11 às 19 horas — Entrada livre para visitar a exposição “João Abel Manta livre”. Se quiser participar na visita guiada ao meio-dia, deverá enviar email para se.panjos@nulloeiras.pt. Pelas 18 horas haverá um recital de canto e piano, com Susana Gaspar e Nuno Vieira de Almeida.

17 horas — Inauguração do painel “Passeio da Democracia”, no Passeio Marítimo de Oeiras, uma obra que inclui momentos históricos do período entre 25 de Abril de 1974 e 25 de novembro de 1976, interpretados e apresentados pelo olhar de diversos artistas.

21h30 — Concerto de Pedro Abrunhosa no Jardim Municipal de Oeiras.

26 de abril (sexta-feira)

21h30 — Concerto Sinfónico no Jardim Municipal de Oeiras.

Exposições

Até 20 de dezembro — “João Abel Manta livre” no Palácio Anjos, em Algés. Uma homenagem ao artista português que marcou a vida jornalística no pré e no pós-25 de Abril. Cruzou o talento para o desenho às convicções políticas de oposição ao Estado Novo e a Salazar. Passou pela prisão de Caxias e tornou-se numa importante figura a nível nacional com as suas ilustrações e cartoons. Pode visitá-la de terça a domingo das 11 às 18 horas, pelo valor de 2€.

Até 28 de dezembro — “Censura a Defesa do Respeitinho” no Centro Cultural Palácio do Egipto, em Oeiras. Organizada pelo Arquivo Ephemera, revela, através de documentos, a face oculta da censura, convidando ao debate sobre a defesa dos valores da Liberdade e da Democracia. A censura ou exame prévio constituiu, a par da polícia política, um dos instrumentos essenciais do Estado Novo para reprimir a expressão e divulgação de opiniões políticas contrárias ao regime, mas também para esconder ou atenuar as realidades mais incómodas, no plano social. Com entrada livre, pode visitá-la de terça a sábado das 11 às 17 horas.

Teatro

Até 2 de junho — “25 de Abril — O Musical: Abril Mudanças 1000”, peça realizada pelo Teatro Independente de Oeiras. O espetáculo tem como missão “trazer à memória o sentimento libertador do 25 de Abril, pela vivência de um menino que testemunhou o início da era democrática em Portugal”. Está em cena aos sábados e domingos, às 15h30. Os bilhetes têm o valor de 10€ e encontra-os online e nos locais habituais.

Entre os dias 25 e 28 de abril, o Pavilhão dos Leões de Porto Salvo recebe mais uma edição da grande exposição de LEGO, intitulada Oeiras BRInCKa. Este ano, em comemoração do 50.º aniversário do 25 de Abril, os visitantes serão convidados a participar na construção de um mosaico interativo composto por mais de 100 mil peças, representando um cravo gigante, símbolo da Liberdade.

Além das iniciativas referidas, a Câmara Municipal de Oeiras vai realizar outras, em datas a anunciar, ao longo dos próximos meses. É o caso das tertúlias na Livraria-Galeria Municipal Verney e declamação de poemas sobre Liberdade, um ciclo de cinema, uma exposição de arte urbana, uma Festa do Livro de Oeiras, a programa deste ano do AnimàRua, entre julho e setembro, e muito mais. 

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA