na cidade

China pode começar a vacinar cidadãos contra a Covid-19 já em novembro

Um especialista chinês defende que é possível, já que os testes clínicos decorrem sem problemas.
O vírus teve origem na China, em dezembro de 2019.

O novo coronavírus teve origem na China e a população deste país pode também ser a primeira a receber a vacina. Esta terça-feira, 15 de setembro, um especialista chinês avançou que os cidadão chineses podem começar a ser vacinados contra a doença ainda antes do final deste ano, já que os testes clínicos decorrem sem problemas.

Conta o jornal britânico “The Guardian” que o principal conselheiro de biossegurança do Centro para o Controlo e Prevenção de Doenças da China, Wu Gizhen, disse que essa pode ser uma possibilidade já em novembro ou dezembro. “Será muito em breve. O progresso atualmente é muito tranquilo”, disse à imprensa local, citada pela mesma publicação.

O especialista acredita que as vacinas contra a Covid-19 podem ter um efeito que dura entre um a três anos. Recorde-se que cinco das nove versões que estão na última fase de testes estão sob o comando da China. Sabe-se que pelo menos duas vacinas experimentais já foram administradas a centenas de milhares de chineses, sem efeitos colaterais registados.

Embora o mundo tente voltar a uma nova e estranha normalidade, a pandemia continua a fazer com se recue vários passos. França fechou escolas apenas quatro dias depois do regresso às aulas e a Venezuela voltou recentemente à “quarentena radical”.

Também este domingo, dia 13, Israel anunciou confinamento total para travar a segunda vaga da pandemia no país. Vão ser, pelo menos, três semanas, sendo que este período tem início a 18 de setembro, diz a “CNN“.

As autoridades sanitárias do país tinham avisado que haveria um novo confinamento se superassem os dois mil casos positivos diários, o que não aconteceu, mas, na última semana, já ascendem a quatro mil, com os hospitais em estado de saturação e os casos graves a elevarem-se.

tags: china, coronavírus, covid-19, pandemia, vacina

outros artigos de na cidade

mais histórias de Oeiras