na cidade

As temperaturas vão subir esta semana

17 distritos estarão sob aviso amarelo por causa do calor nos próximos dias.
Tenha cuidado com a exposição ao sol.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) avançou na segunda-feira, 19 de agosto, tal como a NiT noticiou, que esta semana as temperaturas iriam subir quatro a oito graus. A previsão vai concretizar-se e já está a gerar alertas por causa do calor.

A partir das 10 horas de quarta-feira, e até às 18 horas de quinta, dia 22, estará em vigor um aviso amarelo que abrange os distritos de Évora, Porto, Setúbal, Santarém, Lisboa, onde se inclui Oeiras, Leiria, Beja, Coimbra e Braga. Neste dia, as temperaturas vão rondar os 36 e os 38 graus, em Setúbal e Santarém.

Entre as 10 e as 18 horas de quinta-feira, o alerta recai sobre outro grupo de distritos: Bragança, Viseu, Guarda, Vila Real, Viana do Castelo, Aveiro, Castelo Branco e Portalegre. Embora não esteja na lista, Santarém poderá atingir os 40 graus. Já Lisboa e Oeiras devem ficar pelos 35.

Segundo o IPMA, os 17 distritos vão estar sob aviso amarelo devido à persistência de valores elevados das temperaturas máximas. No entanto, com a chegada do fim de semana, as temperaturas deverão descer ligeiramente.

O perigo de incêndio

Esta terça-feira, 20 de agosto, também por causa do calor, estão 35 concelhos dos distritos de Faro, Portalegre, Castelo Branco, Coimbra, Viseu, Guarda, Santarém e Bragança em risco máximo de incêndio.

São Brás de Alportel, Tavira, Castro Marim, Alcoutim (Faro), Marvão, Nisa, Gavião (Portalegre), Abrantes, Sardoal e Mação (Santarém), Vila Velha de Ródão, Vila de Rei, Proença-a-Nova, Oleiros, Penamacor e Covilhã (Castelo Branco), assim como Carregal do Sal, Mangualde, Penedono e Tabuaço (Viseu), são algumas das zonas que requerem maior cuidado.

De acordo com o instituto, o risco de incêndio vai continuar máximo, muito elevado e elevado pelo menos até ao fim de semana em vários distritos de Portugal.

Por causa das condições meteorológicas, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) recorda que durante o período crítico de incêndios, que se estende até 30 de setembro, é proibido fazer queimadas extensivas ou queima de amontoados sem autorização. Além disso, não é permitido utilizar fogareiros e grelhadores nas zonas críticas do espaço rural, nem fumar ou fazer qualquer tipo de lume nos espaços florestais.

tags: alerta amarelo, Calor, ipma, oeiras, praia, temperaturas