fit

Os raviolis de abóbora que são fáceis de fazer — e que os miúdos vão devorar

A sugestão de Maria de Oliveira Dias é mais simples do que parece e é perfeita para os fãs de abóbora.
Super saborosos.

Pode ser tentador agarrar num pacote de raviolis pré-preparados na estante do supermercado, mas a verdade é que nunca serão tão saborosos e saudáveis quanto aqueles feitos em casa. 

Podem ser recheados com o que bem entender, de forma a adaptar a receita aos gostos da família. A verdade é que são mais simples de fazer do que parecem. A prová-lo está a receita que Maria de Oliveira Dias sugere em “Vegan Gourmet”.

A combinação escolhida é um clássico, num recheio que combina abóbora, nozes e salva. Aromas e sabores de outono que ainda fazem sentido nestes dias mais frios de primavera.

Pode comprar a massa já feita, mas se quiser ser um chef a 100 por cento, deverá sempre fazê-la do zero. Tome nota.

Do que precisa:

Para a massa

— 250 gramas de farinha de trigo integral ou branca
— 1 colher de chá de sal
— uma pitada de cúrcuma (açafrão-da-índia) em pó
— 1 colher de sopa de azeita
— meia chávena de chá de aquafaba (água de cozer o grão-de-bico)

Para o recheio

— 4 dentes de alho com casca, esmagados, mas sem os desfazer
— uma pitada de sal
— uma pitada de pimenta preta
— 1 colher de chá de orégãos secos
— azeite
— 1 colher de sopa de nozes picadas
— 1 pezinho de salva
— a massa que fez anteriormente ou a que comprou

Como se faz:

Comece por fazer a massa e para isso numa taça misture todos os ingredientes e amasse durante 5 a 10 minutos. A seguir, envolva o preparado em película aderente, ou, se preferir, cubra com um pano e deixe a repousar 30 minutos no frigorífico. Enquanto espera pode começar a fazer o recheio.

Disponha a abóbora e o alho num tabuleiro que possa ir ao forno. Envolva os restantes ingredientes, exceto as nozes, e leve ao forno a 180 graus durante 20 a 30 minutos ou até a abóbora ficar tenra. Quando o tempo acabar, retire e deixe arrefecer um pouco. Pele os dentes de alho e coloque-os no copo da varinha mágica. Já pode ir buscar as nozes e com a abóbora triture até ficar cremoso.

Voltando à massa, comece por cortá-la em pedaços e estenda-a com o rolo numa superfície previamente polvilhada com farinha. Divida em dois pedaços e estenda-os em dois retângulos finos. Com uma colher de sopa espalhe a pasta de abóbora espaçadamente entre si num dos retângulos da massa e depois cubra com o outro.

Coloque-a nos espaços vazios para selar o recheio, retirando o ar de todos os lados, corte os raviólis e retire o excesso com a ajuda da faca. De seguida, ferva água numa panela e coza cinco raviólis de cada vez. Quando subirem até à superfície é porque estão prontos. Com uma escumadeira retire-os para um prato e regue com um fio de azeite. Repita o mesmo processo com os restantes.

Para o toque final, aqueça cerca de 10 ou 20 folhas de salva com um fio generoso de azeite numa frigideira, até começarem a estalar ligeiramente. Junte os raviólis e quando lourarem ligeiramente dos dois lados e ficarem com folhinhas de salva agarradas estão prontos a servir.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA