fit

Este grupo pretende dinamizar o skate, patins e trotinete no concelho de Oeiras

Os Wings on Wheels têm encontros semanais onde todos são bem-vindos. Conheça a história.
O grupo.

Sentem-se livres sobre duas rodas e é assim que se deslocam pelo concelho, sobretudo no paredão, com vista para o mar. Os Wings on Wheels, ou WoW, são Adriana Stoffel, Ícaro Rosa, Jean Gomes e Nycolas Matheus, mas aos fins de semana são muitos mais.

“Somos um grupo informal que acabava por se encontrar sem querer, no verão do ano passado”, explica-nos Adriana Stoffel, que gere a página de Instagram do grupo. A página foi criada no dia 21 de junho deste ano e é o cartão de apresentação dos quatro.

“Somos os quatro patinadores e costumamos andar junto à praia. Conhecemo-nos no ano passado e decidimos agora criar este grupo para chegar a mais pessoas que se possam juntar a nós. É uma maneira de nos juntarmos, sobretudo agora no verão, ouvirmos música, conhecermos pessoas novas e puxarmos uns pelos outros.”

Adriana Stoffel tem 23 anos e patina desde os cinco. Já passou pelos patins em quatro rodas, em linha, pela patinagem artística, mas é na patinagem urban, mais livre, que se sente melhor.

“Depois da faculdade fui viver para fora e deixei um pouco a patinagem, mas nunca por completo. Foi no ano passado, já a viver em Portugal, e com a pandemia, que retomei mais a sério. A minha mãe também começou a patinar comigo em agosto de 2020.”

Adriana Stoffel.

A jovem dá aulas, de grupo ou privadas, que normalmente têm uma duração entre os 45 minutos e uma hora, com o preço a ser ajustado entre si e os alunos. “Não quero fazer dinheiro com a patinagem, só quero muito divulgar a modalidade, que com a pandemia felizmente tem tido mais adeptos.”

Os quatro amigos costumam juntar-se todos os fins de semana junto ao McDonald’s da Avenida Marginal, ou perto do café da praia de Paço de Arcos. Pontualmente, também se encontram junto à Pastorinha, em Carcavelos.

“Costumamos ir e vir de Oeiras a Carcavelos, umas quatro vezes. Depois consoante o nível das pessoas que se juntam a nós podemos alterar o percurso. A descida da Piscina de Oeiras, por exemplo, é para um nível mais avançado.”

Todos têm os patins em linha como modalidade de eleição, mas a este grupo estão livres de se juntar quem pratica skate ou trotinete (não elétrica). “Temos um grupo de WhatsApp e às vezes há quem combine até fora dos fins de semana.”

Apesar de o projeto ser recente, já conta com merchandise oficial. Existem cinco modelos de T-shirts orginais, três com alusão aos patins e duas ao skate.

Se se quiser juntar aos Wings on Wheels, só tem de lhes enviar uma mensagem privada através da página de Instagram. Por lá, também vão sendo publicados os locais de encontro e horários. Se não tiver patins, não há problema, o grupo tem sempre pares para emprestar a quem quiser experimentar a modalidade.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA