fit

A versão mais saudável da carne de porco à alentejana — a receita é do chef Rui Paula

Esta opção do livro "Tradicional e saudável" é ideal para quem está de dieta. Os sabores estão todos lá. As calorias é que não.
É muito menos calórica.

Alentejo rima com boa comida, por isso, quando pensamos em turismo gastronómico ou simplesmente escolhemos o menu para o almoço de domingo ninguém estranha que passe por esta região. A carne de porco à alentejana é um dos pratos mais típicos desta zona do País. Porém,  a receita original vem do Algarve.

A história conta que o nome surgiu devido ao uso de carne de porco alentejana. O criadora da receita terá afirmado que esta era mais saborosa do que a dos porcos algarvios, porque os animais no Alentejo comiam bolotas.

No livro “Tradicional e saudável“, o chefe de cozinha Rui Paula recria esta famosa receita portuguesa numa versão mais saudável. A obra teve o apoio de uma colega de profissão, Catarina Correia, e do nutricionista João Rodrigues. O objetivo: apresentar pratos clássicos, com menos calorias, mas com todas as qualidades que apreciamos.

Se está num processo de perda de peso, esta é uma boa opção. Os sabores estão todos lá. As calorias é que não.

Do que precisa

— 800 gramas de lombo de porco (carne gorda na receita original)

— 400 gramas de batatas (800 gramas na receita original)

— 400 gramas de amêijoas

— 60 gramas de picles

— 12 gramas de alho

— 150 ml de vinho branco (300 ml na receita original)

— 30 ml de azeite (50 ml na receita original)

— 26 gramas de massa de pimentão

— azeitonas pretas q.b.

— aoentros picados q.b.

— flor de sal q.b.

— pimenta q.b.

Como se faz

Comece por cortar a carne em cubos e temperar com os dentes de alho picados, o vinho branco, a massa de pimentão, o sal e a pimenta. Deixe marinar durante 20 minutos e depois escorra-a e reserve-a.

Descasque as batatas, corte-as em cubos, tempere com um fio de azeite e sal e leve ao forno a 250 °C por 15 minutos. Aqueça o azeite num tacho, junte a carne e salteie-a. Adicione as amêijoas, regue com a marinada e deixe cozinhar até a carne ficar dourada, mas com molho (se necessário, regue com um pouco de água).

Junte as batatas, os picles e as azeitonas pretas, envolva bem e polvilhe com coentros picados.

Dica: para enriquecer o sabor final da carne, pode juntar ervas aromáticas à marinada, como por exemplo salsa, tomilho ou alecrim.

Carregue na galeria para conhecer outras versões saudáveis de alguns petiscos muito comuns em Portugal. 

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA