fit

6 snacks pré e pós treino que deve levar consigo sempre que for ao ginásio

A nutricionista Cátia Carvalho da Silva dá-lhe algumas dicas para manter a dieta sem cometer erros prejudiciais para a sua saúde.
Saiba que receitas pode fazer.

Depois dos excessos da Consoada e da Passagem de Ano, sabe bem voltar a comer de forma mais saudável sem ficar com a consciência pesada. Também dá um certo entusiasmo regressar à rotina das caminhadas e do ginásio principalmente porque este último não serve só para suar um pouco mas libertar o stress do dia a dia. Pode não acreditar, mas se a semana lhe está a correr mal e a ansiedade já se começa a acumular, estar 20 minutos na passadeira pode fazer milagres. 

A verdade é que durante a atividade física ocorrem vários processos metabólicos como o de inflamação, stress oxidativo, perda de vitaminas e minerais e ainda a perda de água corporal. Desta forma, a alimentação tem um papel fundamental para garantir todos os nutrientes necessários à preparação e recuperação do corpo, à otimização da composição corporal, à diminuição da fadiga e ainda ao aumento da performance desportiva.

“O tipo de alimentos escolhidos para o pré e pós treino vai depender de vários factores como a intensidade, a duração e o tipo de treino. Porém, a hora da refeição também deve ser tida em conta. Assim, torna-se essencial adequar os alimentos e ajustá-los caso a caso. Ao mesmo tempo, não se esqueça que durante o treino perde bastante água através da transpiração, pelo que é essencial ir bebendo durante e após o treino”, explica a nutricionista oeirense.

Caso necessite de mais esclarecimentos, pode sempre marcar uma consulta presencial ou online, com a nutricionista Cátia Carvalho da Silva através das páginas de Instagram e Facebook ou do email catiacarvalhodsilva@nullgmail.com.

Pré treino

Antes de iniciar qualquer tipo de atividade física, entre as quatro horas e os 60 minutos anteriores, deverá optar por consumir alimentos ricos em hidratos de carbono de baixo índice glicémico. O que é que isto significa? Quer dizer que terá de escolher alimentos que retardam o aparecimento da fome depois de uma refeição. Tenha em atenção que a sua escolha deverá ser rica em proteínas também. 

A aveia é um cereal que provavelmente já ouviu falar e é uma ótima opção, pois é rica em todos estes elementos. Consegue encontrá-la em forma de farelo, flocos ou farinha e vai ajudá-lo a manter a saciedade ao longo do treino. Se decidir fazer papas de aveia, utilize água na receita ou uma bebida vegetal a seu gosto. Depois, junte a sua peça de fruta favorita por cima. Caso necessite mesmo de algo mais, coma um iogurte natural.

Segundo a nutricionista, pode fazer panquecas utilizando farinha de aveia. Só precisa de misturar com ovo e no fim cortar uma peça de fruta que adore. Assim, o prato será baixo em calorias. Se não é fã de aveia, não abdique da fruta e coma dois queijos Babybel light.

Se for depois de almoço, não se esqueça de comer um prato de sopa antes do prato principal. Este último deverá conter quantidades mais reduzidas de comida e ser maioritariamente preenchido por legumes.

Pós treino

Quando terminar a atividade física intensa do dia, deve fornecer ao corpo todos os nutrientes necessários para que ele se restabeleça. Pode optar por uma refeição completa adequada aos requisitos anteriores ou algo mais leve.

Um batido à base de bebida vegetal e fruta é sempre uma boa ideia mas caso esteja à procura de uma fonte de proteína, acrescente uma colher de pó de Whey. Esta última é vendida em espaços especializados em desporto e atividade física como as lojas Decathlon. Consumir um ovo cozido também pode trazer-lhe bastantes benefícios nutricionais pois aumenta a massa muscular e facilita a perda de peso.

Outra sugestão partilhada por Cátia Carvalho da Silva é uma fatia de pão de centeio acompanhado por um queijo fresco. Caso não se encontre com grande apetite, não salte esta refeição e coma apenas um iogurte proteico à venda em qualquer supermercado. 

Carregue na galeria e descubra seis receitas de snacks pré e pós treino sugeridos pela nutricionista Cátia Carvalho da Silva.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA