fit

5 erros básicos que nos impedem de perder peso

A nutricionista Cátia Carvalho da Silva ensina-lhe quais os erros e como os evitar, com dicas que vão além da alimentação.

Já experimentou reduzir os hidratos de carbono, fazer jejum intermitente e por mais que esteja focada ainda assim não consegue emagrecer? Pois bem, a New in Oeiras falou com uma especialista em nutrição para perceber o que poderá estar a correr mal.

Segundo a nutricionista Cátia Carvalho da Silva, existem alguns erros que podem estar a condicionar o seu processo de emagrecimento. E nem todos têm a ver com a alimentação. 

Falta de sono

O sono faz parte de uma rotina saudável, permitindo ao corpo recompor energia. Existe uma relação direta entre a diminuição do número de horas de sono e aumento de peso. Esta diminuição está associada a uma redução da leptina (hormona responsável pelo controlo do apetite) e a um aumento dos níveis de grelina (hormona responsável pelo aumento do apetite).

Esta alteração é considerada um importante mecanismo capaz de alterar o padrão da ingestão alimentar e levar a desajustes nutricionais. É aconselhável evitar alimentos que dificultem o sono como o café, bebidas energéticas (Coca-Cola, Guaraná), chá verde, gengibre, pimenta, chocolate; e privilegiar alimentos como os laticínios, espinafres, banana, frutos secos e peixe (como o salmão).

Pouca hidratação

Beba cerca de 1,5 a 2 litros de água por dia. Para calcular o valor mais indicado por dia, no caso de um adulto saudável, deve fazer a seguinte conta: 35 mililitros de água multiplicado pelo seu peso corporal. Ou seja, uma pessoa que pese 50 quilos, necessita de beber 1,7 litros de água.

No entanto, existem muitos fatores que podem influenciar a quantidade de água a ingerir diariamente, devendo sempre ser adaptada consoante as necessidades de cada um. Para não se esquecer de beber água pode começar o dia hidratando-se com um copo de água; levar uma garrafa de 1,5 litros de água para o seu local de trabalho e colocar em cima da secretaria; e optar por águas aromatizadas com gengibre, canela e limão ou com casca de laranja e pau de canela, por exemplo.

Baixa ingestão de hortofrutícolas

A Organização Mundial da Saúde recomenda a ingestão diária de pelo menos 400 gramas de hortofrutícolas. Estes são ricos em vitaminas, minerais, antioxidantes, água e ainda fibra, que ajudam no controlo da saciedade ao longo do dia.

Para incluir mais hortofrutícolas no seu dia, comece o dia com uma peça de fruta; inicie as refeições (almoço e jantar) sempre com sopa ou salada e garanta que metade do prato seja constituído por hortícolas crus, cozidos ou salteados; inclua nos lanches, vegetais crus como palitos de cenoura, pepino ou tomate cherry.

Falta de atividade física

A atividade física vai ajudar a eliminar algumas calorias provenientes da dieta. No emagrecimento, devemos ‘eliminar’ mais calorias do que aquelas que consumimos, de forma a termos um balanço energético negativo, ou seja, perda de peso. Além de otimizar o emagrecimento, a atividade física ajuda a melhorar a saúde mental, reduzindo sintomas de ansiedade e stress.

Fome ou vontade de comer?

A vontade de comer é um grande desafio para quem quer emagrecer, isto porque está associada a características emocionais e psicológicas, sendo manifestada por um desejo de consumir um alimento especifico, como chocolate, doces ou batatas fritas. Já a fome, encontra-se relacionada com as necessidades biológicas do organismo e após o consumo de um determinado alimento, a saciedade é promovida.

Como pode controlar este desejo por determinados alimentos? Fazer várias refeições ao longo do dia, evitando estar muitas horas sem comer; ter opções de snacks saudáveis, de preferência preparados em casa, como gelatina, bavaroise (iogurte, gelatina e fruta), fruta (experimente aquecer no micro-ondas maçã ou pera, polvilhada com canela), frutos secos, chocolate com teor de cacau superior a 70 por cento, panquecas ou bolachas.

Pode marcar uma consulta, presencial ou online, com a nutricionista Cátia Carvalho da Silva através das páginas de Instagram e Facebook, ou do email catiacarvalhodsilva@nullgmail.com.

De seguida, carregue na galeria para conhecer 12 receitas de lanches que não estragam a dieta e ajudam a controlar o apetite (e o peso) escolhidas pela NiT.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA