cultura

“Pretérito Imperfeito” estreia esta sexta-feira em Algés

A peça conta uma história de amor entre duas mulheres e fica em cartaz até o dia 16 de fevereiro.
O espetáculo é às 21h30.

Uma história de amor entre duas mulheres. Este é o tema central da nova peça a ser encenada no Teatro Municipal Amélia Rey Colaço, em Algés. Estreia esta sexta-feira, 8 de fevereiro, às 21h30 e está em cartaz até o dia 16.

A produção é do colectivo Capítulo Reversível e apresentada pela Companhia de Actores. O espetáculo de Paulo Miguel Ferreira fala não só de amor, mas também de conflito. Questiona a liberdade, a insatisfação pessoal, o valor do ser humano e o preconceito. As duas mulheres são representadas pelas atrizes Anna Eremin e Isabel Guerreiro. Uma insatisfeita e a outra consciente da sua própria vida e do amor.

Segundo Sérgio Moura Afonso, responsável pela encenação, o espetáculo “pretende ajudar as personagens a alinhar as ideias e a transportar o espectador para o conflito em situações sociais ainda complexas.” Os bilhetes custam 10€ para o público geral e 8€ para menores de 25 anos, maiores de 65 anos e profissionais do espetáculo.

Sérgio é também o fundador da Capítulo Reversível. A associação cultural sem fins lucrativos tem sede em Sintra e pretende levar o espetáculo em digressão por Portugal. A peça tem uma hora de duração e é voltada para o público maior de 16 anos.

Está em cartaz nos dias, 8, 9, 15 e 16 de fevereiro e os bilhetes podem ser comprados no site. O Teatro Amélia Rey Colaço fica na rua Eduardo Augusto Pedroso, n.º 16A, em Algés. Para mais informações, entre em contacto pelo telefone 919 714 919 ou pelo e-mail cda.reservas@nullgmail.com.

tags: Algés, Capítulo Reversível, Companhia de Actores, oeiras, Pretérito Perfeito, Teatro Amelia Rey Colaco