cultura

Prepare as pipocas: o cinema francês traz 8 dias de festa a Oeiras

O evento vai passar pelo Auditório Municipal Eunice Muñoz, entre 19 e 22 de outubro, e pelo Oeiras Parque, de 25 a 28 de outubro.
"Estrelas Doces", de 2023, é um dos filmes do cartaz.

A Festa do Cinema Francês está de volta a Oeiras. Depois de passar por várias cidades do País, e antes de seguir para outras tantas, a 24.ª edição do evento (a quarta em Oeiras) vai instalar-se durante quatro dias no concelho. Entre os dias 19 e 22 de outubro, a iniciativa decorre no Auditório Municipal Eunice Muñoz, passando depois, de 25 a 28 de outubro, para as salas de cinema do Oeiras Parque.

Ao todo, serão exibidos quase duas dezenas de filmes (com três sessões diárias), que pretendem refletir a diversidade do cinema francês, para felicidade dos cinéfilos que não perdem um evento ligado à sétima arte. Do cartaz fazem parte filmes lançados entre 2021 e 2023. A abertura oficial vai acontecer no serão de dia 19, com “Estrelas Doces”, um filme divertido, que homenageia a gastronomia francesa. 

Organizada com a colaboração da Embaixada de França, do Instituto Francês de Portugal e da rede das Alianças Francesas em Portugal, a iniciativa, que conta também com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras, é “o principal evento em Portugal dedicado a uma das cinematografias mais ricas e vivas do mundo”, garante a organização. 

Tome nota dos filmes que serão exibidos em cada data, no Auditório Municipal Eunice Muñoz, em Oeiras.

19 de outubro (quinta-feira)

11 horas — “O Menino Nicolau — A felicidade pode esperar“, de Amandine Fredon e Benjamin Massoubre (2022)

15 horas — “Grande Paris“, de Martin Jauvat (2022)

21 horas — “Estrelas Doces, de Sébastien Tulard (2023)

20 de outubro (sexta-feira)

11 horas — “A fuga dos Lulus“, de Yann Samuell (2022)

15 horas — “Rookies“, de Thierry Demaizière e Alban Teurla (2022)

21 horas — “As cores do fogo, de Clovis Cornillac (2022)

21 de outubro (sábado)

15 horas — “Fica connosco“, de Gad Elmaleh (2022)

18 horas — “A sindicalista“, de Jean-Paul Salomé (2022)

21 horas — “Olha que três, de Dany Boon (2022)

22 de outubro (domingo)

11 horas — “O Menino Nicolau — A felicidade pode esperar“, de Amandine Fredon e Benjamin Massoubre (2022)

15 horas — “SOS Salvem a nossa escola“, de Carine May (2022)

18 horas — “Um homem feliz, de Tristan Séguéla (2023)

De seguida, aponte as obras que, por sua vez, estarão em exibição nas salas de cinema do centro comercial Oeiras Parque.

25 de outubro (quarta-feira)

10h30 — “Os piores“, de Lise Akoka e Romane Gueret (2022)

10h30 — “SOS Salvem a nossa escola“, de Carine May e Hakim Zouhani (2022)

21 horas — “No corpo“, de Cédric Klapisch (2022)

26 de outubro (quinta-feira)

10h30 — “O Menino Nicolau — A felicidade pode esperar“, de Amandine Fredon e Benjamin Massoubre (2022)

10h30 — “A fuga dos Lulus“, de Yann Samuell (2022)

21 horas — “Simone — A viagem do século, de Olivier Dahan (2021)

27 de outubro (sexta-feira)

10h30 — “Grande Paris“, de Martin Jauvat (2022)

10h30 — “Rookies“, de Thierry Demaizière e Alban Teurla (2022)

21 horas — “A noite e o dia, de Dominik Moll (2023)

28 de outubro (sábado)

21 horas — “Supremos — A história do Suprême 93 NTM”, de Audrey Estrougo (2021)

Os bilhetes para as sessões no Auditório Municipal Eunice Muñoz custam 2,50€. Já para as sessões no Oeiras Parque, o valor do bilhete é de 5,50€. A 24.ª Festa do Cinema Francês, que está a percorrer dez municípios do País, quer proporcionar ao público momentos de emoção e diversão, com temas que promovem reflexão, através de comédias, dramas, romances e, ainda, filmes dirigidos a um público mais jovem.

Este artigo foi escrito em parceria com a Câmara Municipal de Oeiras.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA