cultura

Oeiras vai ter uma nova escola de música — com um curso para ser uma estrela de rock

A Academia de Música Arte dos Sons dava aulas online nos últimos meses. Agora abre um espaço físico para receber os alunos.
Jack Black está a caminho de Oeiras. Ou não.

Se sempre quis ser músico ou apenas saber tocar para relaxar ou impressionar os amigos, vai adorar saber que Oeiras vai receber uma nova escola de música para todas as idades. A Academia de Música Arte dos Sons está há um ano a dar aulas ao domicílio e online e prepara-se para abrir o seu espaço físico já no dia 6 de setembro. É uma oportunidade para se transformar numa espécie de Jack Black, no filme “School of Rock”.

As inscrições para este ano letivo já estão abertas e há várias modalidades e instrumentos para escolher no espaço que estará aberto de segunda a sexta-feira, entre as 10 e as 21 horas, e ao sábado, das 10 às 13 horas.

A Academia fica na loja 8 do número 1 da Rua Actor António Sacramento, em Paço de Arcos, e lá pode optar por aulas individuais de qualquer instrumento, de uma ou duas horas semanais. Há aulas avulso e ainda aulas de grupo para guitarra, piano, baixo e bateria. 

Se pretender um ensino mais aprofundado, pode sempre optar pelas aulas de teoria musical, e até aulas de preparação para os pré-requisitos para a entrada em faculdades de música. “Além destas aulas, teremos alguns módulos de aulas mais complexos como é o caso do curso ‘estrela de Rock'”, explicam os fundadores à New in Oeiras.

“Este curso tem como objetivo influenciar os jovens, da melhor maneira, consoante o seu estilo musical, a adotar um estilo de vida ajustada ao que gostam de ouvir. Para jovens que querem construir bandas de música é um ótimo curso porque vai mais além do que a simples aprendizagem do instrumento.”

Dentro deste género de modalidade há ainda o “brincar com a música”, um espaço para os alunos se divertirem com os instrumentos e as suas sonoridades sem compromisso pedagógico, e o “escolhe o teu instrumento”, onde o aluno tem a possibilidade de ter uma aula de cada instrumento para entender aquele com que mais se identifica.

“No que diz respeito a idades, temos alunos desde os dois ou três anos, até aos 70. Claro que a metodologia de ensino é depois adequada a cada idade e àquilo a que cada aluno pretende.”

Quanto aos preços, vãos dos 30€ aos 135€ mensais, mais o valor da inscrição que é de 60€ ou 50€, dependendo do agregado familiar.

“Também procuramos proporcionar um ambiente mais vintage, a puxar um bocadinho aos estúdios britânicos, com salas bem iluminadas. Afinal de contas, é um espaço para a comunidade. Vimos a necessidade de mudar um bocado o sentido estético dos locais onde se aprende música.”

O professor principal do projeto é Tiago Coelho, 33 anos, que estudou Música na Escola Superior de Educação de Coimbra e também Música naquela que é considerada a melhor Universidade da América Latina, a Universidade de São Paulo, no departamento de Comunicação e Artes. As inscrições podem ser feitas online.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA