cultura

Oeiras celebra Dia Internacional dos Museus com teatro, música e visitas guiadas

As atividades decorrem na Fábrica da Pólvora de Barcarena. Conheça os destaques do programa.
Marque na agenda.

As atividades culturais no concelho de Oeiras multiplicam-se e há sempre muita coisa para fazer. Sabemos que é difícil, por vezes, estar a par de todos os eventos dinamizados nas várias freguesias, por isso, tome nota destas datas: de 18 a 22 de maio é na Fábrica da Pólvora de Barcarena que vai querer estar.

O espaço volta a receber as comemorações do Dia Internacional dos Museus, que se assinala a 18 de maio, quarta-feira. Esta é uma iniciativa do município de Oeiras que, desde 1997, se junta ao Conselho Internacional de Museus (ICOM) para celebrar a data. A Fábrica da Pólvora de Barcarena faz parte do património da autarquia desde 1994, data a partir da qual o espaço deu lugar a um complexo museológico e cultural com diferentes serviços vocacionados para atividades culturais, de lazer e divertimento.

O programa cultural da Semana Internacional dos Museus conta com atividades para todas as idades e, tal como nos 40 mil museus que este ano participam neste evento, o tema é “O Poder dos Museus”.

No dia 18 de maio, quarta-feira, haverá um evento dedicado ao público infantil às 10h30. “Boom Uma experiência explosiva” é uma peça de teatro que recriará um dia de trabalho na Fábrica da Pólvora, dando aos miúdos a oportunidade de conhecer e entender o trabalho que os polvoristas desempenhavam na Fábrica da Pólvora, com orientação da Associação Cultural Muzumbos.

Na quinta-feira, 19 de maio, irá decorrer o concerto didático “ABC da Música” destinado a miúdos entre os seis e os dez anos por solistas da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras (OCCO) sob orientação do maestro Nikolay Lalov. O evento começa às 10 horas. O objetivo é que os mais novos possam aprender os significados das palavras usadas nas partituras e estudar todo o interior do processo da criação de uma peça musical. Cada concerto apresenta obras, compositores e explica, de uma forma acessível, o fascinante mundo da criação musical.

No fim de semana, 21 e 22 de maio, as atividades serão dirigidas ao público em geral, podendo visitar o Edifício das Galgas, a Central Hidroelétrica e as Centrais Diesel, entre as 11 e as 17 horas.

No sábado, 21 de maio, às 10 horas haverá uma visita guiada à Fábrica de Cima e, no mesmo horário, uma oficina de cianotipia. Poderá fazer também uma visita guiada ao espaço de Reservas do Museu da Pólvora Negra, às 15 horas, e uma visita temática “No Museu da Pólvora Negra, descobrindo a Fábrica a partir da prevenção e combate aos incêndios” às 16 horas.

À noite, por volta das 21 horas, terá lugar a tradicional Noite dos Museus, em que será apresentado o Recital de Flautas “Viena Chega à Fábrica” por David Silva & Ensemble Syndesi com os músicos David Silva, Leonor Fleming, Pedro Silva e Tomás Costa.

A atividade Conversa no Museu “O Poder dos Museus” para jovens e adultos abre o programa de domingo, 22 de maio, às 10h30, decorrendo no Museu da Pólvora Negra sob orientação de Filomena Ribeiro do Grupo de Amigos do Museu da Pólvora Negra. Segue-se, às 11 horas, uma aula de ioga para famílias, nos Jardins da Fábrica. Antes do almoço, ainda haverá tempo para uma visita guiada ao espaço de Reservas do Museu da Pólvora Negra, às 11h30.

A fechar o programa da tarde de domingo, 22 de maio, vai decorrer às 15 horas uma visita guiada ao Museu da Pólvora Negra e Fábrica da Pólvora, por Fernando Valério, Grupo de Amigos do Museu da Pólvora Negra. A participação nas atividades é gratuita, mas é necessária inscrição prévia. Pode fazê-lo através do número de telefone 210 977 422 ou do email fabricadapolvora@nulloeiras.pt.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA