cultura

O regresso de “Will & Grace” e outras séries que não pode mesmo perder em abril

A famosa sitcom vai voltar à televisão. Já no streaming, uma das estreias internacionais do mês conta uma atriz portuguesa no elenco.
"Will and Grace", uma comédia de sucesso.

Os canais de televisão trazem, este mês, algumas propostas entusiasmantes. Entre elas, destaca-se a Star Comedy que, a 20 de abril, vai começar a transmitir o fenómeno norte-americano “Will & Grace”. As primeiras temporadas da série de comédia datam de 1998 a 2003. Tudo começa quando Will, confuso com a sua sexualidade há muito tempo, passa a noite em casa de Grace. É lá que realmente descobre que é homossexual. A partir daí, tornam-se amigos inseparáveis e, juntos, com a companhia dos hilariantes Jack e Karen, vão passar por várias situações hilariantes.

Por outro lado, as plataformas de streaming trazem novidades imperdíveis para os fãs de thrillers. Tom Ripley é uma das personagens mais famosas do cinema (e da literatura). Criada pela escritora Patricia Highsmith, a história da personagem já foi adaptada em duas obras cinematográficas, aclamadas pela crítica. 

Pela primeira vez, o sociopata vai tornar-se também protagonista de uma série de televisão, com oito episódios. “Ripley” estreia a 4 de abril na Netflix. Esta é, provavelmente, a maior estreia do mês. Mais uma vez, vamos acompanhar o homem sem escrúpulos, agora interpretado por Andrew Scott. “Um vigarista é atraído para um mundo de riqueza e privilégio depois de aceitar um trabalho em Itália. Mas para ter a vida que quer, ele tem de criar uma rede de mentiras”, lê-se na sinopse.

Outra estreia que não pode perder é “A Gentleman in Moscow”, outra adaptação literária, que chega à SkyShowtime a 18 de abril. A grande estrela é Ewan McGregor, mas a série também conta com a participação da jovem atriz portuguesa Inês Pires Tavares, de 23 anos — que a NiT entrevistou.

Na produção acompanhamos o Conde Alexander Rostov que, no rescaldo da Revolução Russa, percebe que o seu passado dourado o coloca no lado errado da História. Livrando-se da execução imediata, é condenado por um tribunal soviético a ficar num quarto, no sótão do luxuoso Hotel Metropol, com a ameaça de ser executado se alguma vez sair de lá.

À medida que os anos passam, e algumas das décadas mais tumultuosas da história russa se desenrolam do lado de fora do hotel, a clausura de Rostov leva-o a explorar e aprofundar as suas próprias emoções. Enquanto constrói uma nova vida dentro das paredes do hotel, descobre o verdadeiro valor da amizade, da família e do amor.

Carregue na galeria para conhecer as novidades de abril.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA