cultura

Nova peça de teatro em Linda-a-Velha celebra o 25 de Abril

O Intervalo — Grupo de Teatro tem em cena o espetáculo "Memórias de um tempo português", para ver até abril.
Créditos: Pedro Soares.

Foi a 19 de janeiro que o Intervalo — Grupo de Teatro estreou a nova peça “Memórias de um tempo português”. O espetáculo foi criado no âmbito das comemorações dos 50 anos do 25 de Abril, “abordando uma época de opressão que convém nunca esquecer”, aponta a companhia. 

Ao palco, são levados retalhos e histórias de vida, que o grupo considera importante eternizar na memória, para que as portas de abril nunca mais voltem a fechar-se e para que nunca nos esqueçamos do valor da liberdade. “Memórias de um Tempo Português” é uma viagem “por um Portugal amordaçado que não pode ser esquecido”, guiando o público numa “aula de história, num ritmo tão frenético, com uma estética própria, como o de toda a luta pela liberdade, bem tão precioso e frágil”, refere o grupo. 

Com texto de Domingos Lobo e encenação de Pedro Miguel Silva, do elenco fazem parte André Levy, Dina Santos, Fernando Tavares Marques (também responsável pela direção geral), Inês Vieira, Luís Macedo, João José Castro, João Pinho, João Quiaios e Pedro Beirão. 

“De tudo o que Abril abriu, ainda pouco se disse, e só nos faltava agora, que esse Abril não se cumprisse”. É nestes versos de Ary dos Santos, e de muitos outros, “que este ano vamos viver muitos ‘abris’ contidos num só ano que parece pequeno para tão importante e urgente celebração”, refere o grupo de teatro. “Pois bem, Abril começa em janeiro, tal como a vontade de libertar um país começou muito antes de tal acontecer”, sublinha a organização.

A peça, que esgotou no fim de semana de estreia, está em cena no Auditório Municipal Lourdes Norberto, em Linda-a-Velha, todas as sextas e sábado, às 21h30, até abril. Terá paragem apenas no fim de semana da Páscoa (29 e 30 de março).

Os bilhetes custam 5€ e para reservá-los pode contactar o número 968 431 100 ou o email intervaloteatro@nullgmail.com. Esta produção do Intervalo — Grupo de Teatro conta com o apoio Comissão 50Anos25Abril e Associação 25 Abril, assim como do Município de Oeiras e da União de Freguesias de Algés, Linda-a-Velha, Cruz-Quebrada e Dafundo. 

Créditos: Pedro Soares

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA