cultura

“As Vinhas da Lira”: este sábado há poesia com música improvisada no Parque dos Poetas

Está marcado para as 21h30. A entrada é gratuita mas o número de lugares é limitado.
André Gago, uma das vozes do espetáculo.

“As Vinhas da Lira” é o nome dado ao espetáculo de poesia que será acompanhado de música improvisada, no dia 25 de setembro, pelas 21h30, no Templo da Poesia do Parque dos Poetas. O título resultou da inspiração no conhecido livro de John Steinbeck, publicado em 1939, e que foi premiado com um Pulitzer no ano seguinte. 

A escolha e alteração do nome para “As Vinhas da Lira”, está relacionada com a ligação do vinho a versos, desde do tempo da Grécia Antiga. “Estes dois elementos, o vinho e a poesia, comungam de um mesmo desejo e de um mesmo efeito: o de nos elevar a outro patamar de consciência das coisas, o de captar e nomear o visível e o invisível e o de nos abandonarmos, apossando-nos de algo maior do que nós: uma dissolução do Eu numa experiência maior”, lê-se no site da Câmara Municipal de Oeiras. 

Os poemas vão ser recitados por André Gago e Helena Faria e o responsável pela música será Carlos Barretto no contrabaixo. Por entre os poetas escolhidos para homenagear, estão nomes portugueses bastante conhecidos como Sophia de Mello Breyner Andresen, Fernando Pessoa e Miguel Torga. Holderlin, Baudelaire e Horácio, poeta da Roma Antiga, também fazem parte da lista do espetáculo. 

A entrada no evento é gratuita, mas está limitada ao número de senhas existentes no local. O público que queira assistir tem de as levantar minutos antes do início da sessão. Para além disso, as regras de segurança continuam as mesmas, ou seja, é obrigatório o uso de máscara e a distância é recomendada.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA