cultura

Madalena Sá Fernandes e Tânia Ganho vêm a Oeiras esta semana para falar sobre livros

A iniciativa Café com Letras acontece na quarta-feira, na Biblioteca Municipal de Oeiras. A entrada é livre.
Vão abordar um tema comum nas suas obras.

Aquela que será a última edição do Café com Letras em 2023 recebe não uma, mas duas convidadas especiais. As escritoras Madalena Sá Fernandes e Tânia Ganho vão estar na Biblioteca Municipal de Oeiras esta quarta-feira, 6 de dezembro, para uma conversa com o jornalista José Mário Silva, aberta ao público.

Madalena Sá Fernandes lançou, em maio deste ano, o seu primeiro livro “Leme”, pela Companhia das Letras. Um livro autobiográfico onde conta episódios de violência doméstica pelos quais passou na adolescência, com o padrasto. Uma obra que captou a atenção dos leitores e colocou Madalena num lugar de destaque como uma das novas escritoras portuguesas a manter debaixo de olho.

Tânia Ganho, reconhecida tradutora portuguesa, lançou a sua primeira obra em 2020. “Apneia”, com edição da Casa das Letras, é muitas vezes descrito, pela crítica e pelo público, como “um murro no estômago”. Revela a história de uma mãe que luta pelo filho até às últimas consequências, depois de sair de um casamento onde não está feliz. Mas o marido “incapaz de aceitar o divórcio, tudo fará para a destruir, nem que para isso tenha de destruir o próprio filho”, revela a sinopse. 

Não é coincidência terem sido estas as escritoras escolhidas para o encontro. Os livros de ambas, embora muito diferentes, tocam num ponto em comum: a violência que se vive dentro de casa, o perturbador que é ter, dentro da família, um verdadeiro inimigo. Nesta sessão, e a propósito do Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres, celebrado a 25 de novembro, as escritoras irão falar sobre este tema, sobre as suas obras e tudo o mais que se proporcionar ao longo do serão. 

A sessão do Café com Letras decorre no dia 6 de dezembro, às 21h30, na Biblioteca Municipal de Oeiras. A iniciativa, promovida pelas Bibliotecas Municipais de Oeiras, e que conta já com mais de 100 edições, pretende ser um ponto de encontro entre autores consagrados de língua portuguesa e estrangeira e o seu público. Tal como as sessões anteriores, também esta será transmitida em direto, no Facebook do Município de Oeiras.

Se é um ávido leitor e gosta de participar em eventos relacionados com literatura, talvez queira fazer parte do grupo de leitores das Bibliotecas Municipais de Oeiras que, semanalmente, conversam sobre um determinado livro. Leia o artigo da NiO para saber quando serão os encontros de dezembro e carregue na galeria para conhecer as obras em discussão, este mês. 

Este artigo foi escrito em parceria com a Câmara Municipal de Oeiras.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA