cultura

João Só é cabeça de cartaz do Teen Alive Aid. Evento solidário vai acontecer em Oeiras

É no dia 29 de junho, sábado, que os jardins do Palácio Marquês de Pombal recebem a iniciativa, entre as 11 e as 19 horas.
João só é uma das atrações musicais.

É provável que as gerações mais novas não tenham ouvido falar do icónico Live Aid. O evento realizado no dia 13 de julho de 1985, organizado por Bob Geldof e Midge Ure, tinha como objetivo angariar fundos para conseguir atenuar o problema da fome na Etiópia.

Para isso, foram realizados concertos com muitas das estrelas musicais da época, tanto no Wembley Stadium, em Londres, Inglaterra, como no John F. Kennedy Stadium, em Filadélfia, EUA. Os espetáculos passaram na televisão de dezenas de países, com um número de espectadores que chegou quase a dois mil milhões. 

Com um volume de público menor, mas com um objetivo igualmente nobre, Oeiras vai receber o “Teen Alive Aid”, no dia 29 de junho, sábado. Entre as 11 e as 19 horas, os jardins do Palácio Marquês de Pombal vão ser o palco deste evento de cariz solidário, aberto a todos, com entrada livre.

A missão é angariar donativos para a associação Academia dos Champs. Fundada em 2009, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, que tem como base um projeto dedicado à integração social de jovens com idades entre os cinco e os 18 anos, através da prática do ténis.

Os valores e benefícios do desporto enquanto filosofia de vida são transmitidos aos jovens, aliando o exercício físico a uma forte componente pedagógica. Com dez núcleos de atuação espalhados pelo País, a Academia dos Champs trabalha com cerca de 200 alunos, proporcionando uma média superior a 2 mil aulas de ténis por ano. 

“O Teen Alive Aid, organizado em parceria com a Câmara Municipal de Oeiras, volta este ano em força para, mais uma vez, ser um dos pilares principais na captação de recursos que permitam consolidar o trabalho de integração social via desporto, efetuado pela Academia dos Champs”, destaca o fundador, António Champalimaud.

O “Teen Alive Aid” vai, assim, contar com a presença de concertos, entre uma programação que inclui também atividades lúdicas e desportivas. Paralelamente, haverá também um food court, com diferentes opções gastronómicas para almoçar ou lanchar, um mercado de rua e venda de merchandising, com o intuito de cumprir o objetivo proposto. 

O músico português João Só é o cabeça de cartaz do evento. A celebrar 15 anos de carreira, em 2024, e depois de atuar no passado mês de abril no Coliseu dos Recreios de Lisboa, João Só aceitou, de forma solidária, o convite da Academia dos Champs para atuar neste evento. 

Dono de um vasto repertório, no qual se destacam êxitos como “Sorte Grande”, “Até ao Fim” ou “É P´ra Ficar”, João Só está também envolvido em outros projetos, seja com nomes como Miguel Araújo ou Tiago Nogueira, d’Os Quatro e Meia, ou a solo, como o caso do “Deixem o Bullying Só!”, de carácter socio-pedagógico. 

O cantor vai subir ao palco dos jardins a partir das 14 horas, sendo antecedido pela atuação do músico Zé Vargas, um jovem talento que tem beneficiado da mentoria de João Só no lançamento dos seus primeiros temas. O evento vai contar também com atuações de outras bandas e artistas, como “Olha a Nuvem”, de Gonçalo Leandro e Joana Lobo Anta.

Também Adarsha, Barbara e o rapper Sane 75, vão atuar no evento, todos eles com o denominador comum de terem sido alunos do professor Nuno Peixoto Silva (mentor do Teen Alive Aid) que, mais uma vez, trará ao palco um conjunto de seis bandas de alunos seus do Colégio St. Julian’s de Carcavelos. A partir do meio-dia, pode contar com a presença das bandas juvenis I Don’t Know’, ‘I Got It’, ‘Wild Card’, ‘Skulls’ e ‘Apollo’, que será o culminar de um ano de intensa atividade musical. 

“Voltamos a reunir, este ano, um conjunto de parcerias que nos permitem realizar um evento que se destaca pela sua componente humana de juntar amigos e famílias, no qual a solidariedade é o elo que a todos une, este ano reforçada pela participação altruísta do músico João Só, que partilhará o palco do Teen Alive Aid com um vasto grupo de outros músicos e amigos da Academia dos Champs, todos eles dispostos a fazer a diferença na vida dos nossos alunos”, conclui António Champalimaud.

Como evento familiar que é, não vão faltar no recinto diversas atividades e animações para os mais novos, como insufláveis, dynamic bungee jumping, surf mecânico, pinturas faciais, tatuagens e jogos tradicionais, a que se junta ainda o Beach Tennis, numa iniciativa de promoção da modalidade dinamizada pela Federação Portuguesa de Ténis, parceiro institucional da Academia dos Champs.

Sendo um evento de entrada livre, todas as receitas angariadas com a venda de produtos e o valor simbólico associado a algumas das animações, reverterão a favor da Academia dos Champs, estimando-se um custo de 200€ para que cada jovem possa beneficiar de um ano de aulas de ténis completamente gratuitas.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA