cultura

Já sabemos a data do concerto da vencedora do Oeiras Band Sessions no NOS Alive

Os Objeto Quase cumprem o sonho de tocar num grande festival de música. Abrem o segundo maior palco no último dia do evento.
A final do concurso aconteceu a 1 de junho.

Objeto Quase foi a grande vencedora da 15.ª edição do concurso Oeiras Band Sessions, organizado pela Câmara Municipal de Oeiras e pelos Nirvana Studios, em Barcarena, onde decorreu a grande final no dia 1 de junho. Das 72 bandas inscritas, número recorde, foram escolhidas cinco finalistas, mas só uma saiu vitoriosa, com direito a vários prémios que lhe permitem ganhar notoriedade e fazer crescer a sua música. 

“Ficámos muito contentes logo quando passámos à final. Conseguir ganhar o concurso é muito bom. Alcançar o primeiro lugar é um reconhecimento da nossa música, daquilo em que temos vindo a trabalhar. Sabemos que assim conseguimos ter mais alcance e visibilidade nesta altura precoce do nosso percurso como banda”, revelou à NiO João Nunes, um dos músicos.

A banda é formada por cinco membros: o vocalista Miguel Moreira, 21 anos, o baterista João Nunes, 22 anos, o guitarrista Duarte Gaspar, 24 anos, o guitarrista Rodrigo Rato, 27 anos, e o baixista Gonçalo Carvalho, 30 anos. Ao vencer o concurso, um dos prémios mais cobiçados — a par com uma sala de ensaios exclusiva, com utilização de 24 horas por dia durante seis meses, nos Nirvana Studios — era, sem dúvida, a possibilidade de tocar no NOS Alive. E esse sonho vai concretizar-se já esta semana. 

Será no último dia, 13 de julho, que os Objeto Quase vão subir ao Palco Heineken, o segundo maior do evento. É a primeira vez que a banda vai tocar num grande festival de música e os jovens músicos não podiam estar mais entusiasmados. O concerto, que será certamente inesquecível para o grupo, está marcado para as 17 horas e terá a duração de 30 minutos. 

Os cinco membros do grupo.

“É incrível. O NOS Alive é o festival com o qual mais nos identificamos. Vai ser muito diferente, comparado com qualquer sítio onde já tocámos. Estamos muito contentes por poder ter essa experiência. Ainda por cima num palco que é o segundo mais importante do festival. Significa muito para nós. Queremos que as pessoas conheçam as nossas músicas. Estamos ansiosos”, sublinha João Nunes. 

As expectativas estão altas e o objetivo já está definido. “O nosso plano principal é apresentar as músicas do EP e também tocar alguns temas novos. No fundo, é dar o melhor espetáculo possível. É um festival com muito público, acreditamos que muitos vão descobrir-nos ali”, diz o baterista. 

O primeiro single da banda chama-se “O gajo do costume” e foi lançado no final de maio de 2023. Faz parte do primeiro EP que será lançado em setembro, com cinco músicas. Além desta, já pode ouvir também a música “Chuva”, no canal de YouTube da banda e nas plataformas digitais, como o Spotify. Pode segui-los também no Instagram para acompanhar o percurso dos Objeto Quase. 

Leia este artigo para saber outros horários dos concertos agendados para o Passeio Marítimo de Algés, entre os dias 11 e 13 de julho. Os bilhetes para o último dia do festival, em que atua a banda oeirense, assim como os Pearl Jam, já estão esgotados, mas ainda é possível comprar o passe de três dias (204€), o de dois dias (169,66€) e bilhetes para 11 e 12 de julho, por 84,83€ cada.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA