cultura

Há novas confirmações no cartaz do NOS Alive — e foram anunciados mais dois palcos

A programação do Palco Comédia e do Palco Coreto foi divulgada esta quarta-feira. O festival acontece entre 6 e 9 de julho.
O Passeio Marítimo de Algés volta a receber o festival.

Falta pouco mais de um mês — mais precisamente 35 dias — para o regresso do NOS Alive, após ter sido adiado por duas vezes devido à pandemia. É mesmo desta que vai poder voltar ao Passeio Marítimo de Algés, durante quatro dias, para viver em pleno o espírito deste que é um dos festivais de verão mais importantes do panorama musical português e internacional.

A 14.ª edição do NOS Alive, evento promovido pela Everything is New, acontece nos dias 6, 7, 8 e 9 de julho. Na manhã desta quarta-feira, dia 1 de junho, a organização do festival anunciou em conferência de imprensa, no Palácio dos Anjos, em Algés, as últimas confirmações do cartaz e revelou, ainda, algumas novidades para a edição deste ano.

Foram divulgados os programas completos do Palco Comédia e do Palco Coreto, foi revelado um projeto especial relacionado com música eletrónica para dia 9 de julho, sábado, e também confirmadas novas bandas para o Palco Heineken. Aos nomes já avançados juntam-se agora Lefty e Moullinex Live no dia 6, Tyroliro no dia 7, Três Tristes Tigres no dia 8 e Los Invaders e Tourjets para o último dia de festival, 9 de julho.

Para Álvaro Covões, diretor da Everything is New, o cartaz eclético do evento faz parte da sua identidade. “O NOS Alive é um festival para todos, tem sentido ter vários estilos musicais para chamar vários públicos”. E nesses vários públicos estão não só festivaleiros portugueses, como de muitos outros países. O Reino Unido continua a ser o mercado internacional mais importante do NOS Alive, segundo a organização, seguindo-se Espanha e França. 

O NOS Alive tornou-se um dos grandes eventos musicais anuais no País, desde a primeira edição, em 2007. Ao longo destes anos, decorreu sempre no mesmo local, o que o torna muito especial também para o munícipio de Oeiras. “Este festival é um exemplo de maturidade e resistência”, afirmou Isaltino Morais, presidente da Câmara Municipal de Oeiras, que apoia o festival desde a primeira edição, na época chamado Oeiras Alive.

Além do apoio financeiro e logístico, a autarquia pretende também “criar condições de conforto, qualidade e segurança para todos”, durante os dias de festival, já que “quando o festival começa em Oeiras, sente-se uma energia diferente”, remata. 

Conheça a programação completa de cada palco do NOS Alive 2022.

Palco Coreto

6 de julho — Andrew Cushin, Bina, Efé, O. e MustbeJohn. 

7 de julho — Umafricana, Soluna, Von Di, Amaura, Jüra, Bokor.

8 de julho — Silly, Basilda, Rita Lig, Mafalda Nunes, Madalena Palmeirim e Meta_. 

9 de julho — Zengxrl, Cintia, Russa, King Kami, Raquel Martins e Evaya.

Palco Comédia

6 de julho — Tio Jel, Guilherme Geirinhas, Carlos Vidal, Miguel Neves, André Pinheiro com Pedro Correia.

7 de julho — Herman José, Beatriz Gosta, Daniel Carapeto, Tamer Kattan, Vasco Elvas, Eduardo Marques com João Pedro Correia.

8 de julho — Guilherme Duarte feat Gandim, Alexandre Santos, Guilherme Fonseca, Duarte Correia da Silva, Pedro Sousa, Pepperoni Passion, Pedro Silva com Inês Coimbra. 

9 de julho — Salvador Martinha, Luana do Bem, Inês Aires Pereira com Raquel Tillo, Duarte Pita Negrão, João Pinto, Diana Nogueira com João Nuno Gonçalo.

Palco WTF Clubbing

6 de julho — Acid Arab Live, EU. Clides, Da Chick e Owenn.

7 de julho — Batida B2B BranKo, DJ Danifox, Pedro Mafama, Rita Vian, Expresso Transatlântico e Fogo Fogo.

8 de julho — Com curadoria da Bridgetown tocam T-Rex, Yuri NR5, Holly, Lon3r Johny, Hypz, King Bigs, Lord XIV, Miller. 

9 de julho — Com curadoria do DJ Vibe, através do projeto “Paradise Called Portugal”, criado em parceria com Luís Leite e Rui Miguel Abreu, tocam Temudo, Luís Leite, Kokeshi, Mário Roque, Stckman, Bessone & Fragoso e Diana Oliveira. Este projeto foi apresentado esta quarta-feira, dia 1 de junho, e pretende ser um dos grandes sucessos do festival.

Este palco, inteiramente dedicado à música eletrónica, vem substituir o anterior NOS Clubbing. Um espaço dedicado a momentos de dança e energia, que conta com alguns dos maiores artistas independentes do momento.

Já os cabeças de cartaz do festival, os grandes destaques do Palco NOS, assim como a maior parte dos nomes do Palco Heineken estão fechados há algum tempo. Por exemplo, o concerto da banda portuguesa Da Weasel, marcado para o último dia, 9 de julho, é um regresso que está no calendário dos fãs da banda desde 2020, mas só agora vai acontecer. A NiO recorda-lhe todos os artistas que tocam em cada dia.

A 6 de julho, quarta-feira, no Palco NOS tocam The Strokes, The War on Drugs, Stromae, Jungle e Mallu Magalhães. No Palco Heineken atuam Clairo, Modest Mouse, Fontaines, D.C., Parov Stelar, Balthazar, Lefty e Moullinex Live.

Na quinta-feira, dia 7 de julho, os grandes nomes do cartaz no Palco NOS são Florence + The Machine, Jorja Smith, Alt-J, Celeste e a banda portuguesa Os Quatro e Meia. No Palco Heineken, tocam Glass Animals, Dino d’Santiago, Nilufer Yanya, Seasick Steve, Inhaler, Alec Benjamin e Tyroliro.

No dia 8 de julho, sexta-feira, o festival conta com concertos de Metallica, Stormzy, Royal Blood e Don Broco. No Palco Heineken poderá ver M.I.A., St. Vicent, Tom Misch, Sea Girls e Três Tristes Tigres.

No último dia, sábado, 9 de julho, quem sobe ao Palco NOS são Imagine Dragons, Da Weasel, Two Door Cinema Club, HAIM e Mother Mother. No Palco Heineken poderá ver Phoebe Phoebe Bridges, Caribou, Parcels, Hope Tala, Manel Cruz, Los Invaders e Tourjets.

A organização do festival anunciou que haverá um reforço dos espaços dedicados às casas de banho, um na zona central do recinto e outro numa das pontas, para evitar que haja uma concentração excessiva de pessoas numa só área do recinto.

O festival, que se afirma inclusivo, criou o Acesso Especial, um serviço de apoio facultado a pessoas com mobilidade condicionada e também às futuras mães, criando espaços especiais no recinto para recebê-los de forma a que possam ver os concertos de forma mais cómoda.

Mediante marcação prévia, as pessoas com mobilidade condicionada poderão assistir aos concertos na plataforma respetiva nos palcos NOS, tal como as grávidas que podem ficar num local próprio perto do Palco NOS. Se pretender utilizar este serviço, consulte mais informações no site do festival. “Fomos o primeiro festival a ter zona de grávidas e ficamos felizes, pois estão ali futuros festivaleiros”, brinca Álvaro Covões.

Pode comprar os bilhetes nos pontos de venda oficiais. Os bilhetes diários para os dias 8 e 9 de julho já estão esgotados, assim como os passes de três e quatro dias. Para dias 6 e 7 de julho ainda há bilhetes disponíveis a partir dos 69€ e o passe de dois dias custa 136€. Pode comprá-los no site do festival.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA