cultura

Festival Mostra de Artes da Palavra regressa a Oeiras para a segunda edição

No mês de maio, pode esperar um evento que explora a palavra através de espectáculos, debates, workshops e exposições.
Fotografia: Vitorino Coragem.

Todos os anos, são várias as iniciativas criadas pela Câmara Municipal de Oeiras a pensar nos munícipes. O objetivo é manter o maior número possível de atividades a decorrer em simultâneo para que os residentes não sintam a necessidade de sair do concelho. A vantagem de participar nos vários eventos é o facto de sair de cada um deles com o sentimento de que se aprendeu alguma coisa e aproveitou o tempo da melhor maneira. Por isso, prepare-se: em maio há mais um festival a não perder.

Trata-se da segunda edição do Mostra de Artes da Palavra (MAP), o festival multidisciplinar que explora a palavra e a sua relação com outras disciplinas. Entre os dias 4 a 8 de maio, estará a decorrer o período mais intenso desta programação com múltiplos eventos diários todos de entrada livre. Até lá, fique atento à agenda do concelho para ficar a par de todos os encontros.

Este ano, são várias as novidades já divulgadas sobre a edição que já está a ser preparada. O público oeirense pode esperar convidados brasileiros, no sentido de homenagear a riqueza literária e linguística desse país.

A tertúlia Café dos Poetas também estará de regresso e o mediador será Nuno Miguel Guedes. Este último é um conhecido jornalista e argumentista português, além de integrar o coletivo Lisbon Poetry Orchestra e apresentar os encontros de poesia Poetas do Povo. As sessões terão sempre três convidados relacionados com o tema e um músico a ilustrar a poesia declamada.

A primeira tertúlia acontece no dia 25 de fevereiro, sexta-feira, no Templo da Poesia, dentro do Parque dos Poetas. O tema é “Cesário: O Poeta dos Poetas” e os comentadores convidados são o professor Fernando Pinto do Amaral, Elisabete Marques, Manuel João Vieira e o contrabaixista Carlos Barretto.

No dia 4 de maio, quarta-feira, a conferência “Onde Podemos Viver Senão Nos Dias?” junta o jornalista e presidente do conselho de administração da RTP, Nicolau Santos ao ativista e escritor Luaty Beirão. Quem também vai participar é o comissário da candidatura Oeiras27, Jorge Barreto Xavier. No entanto, não se preocupe que as open calls vão continuar disponíveis para lembrar o quão importante é o caráter participativo da comunidade.

À semelhança da edição anterior, o concurso de fotografia “A Secreta Vida Das Palavras” vai manter-se e pode submeter a sua candidatura até dia 28 de fevereiro, segunda-feira. O conceito de partilha é a inspiração e vão ser escolhidas as 50 fotografias que mais o representarem. As dez melhores serão enviadas para cinco escritores e poetas. Cada um produzirá um texto ou um poema inspirado nas fotografias recebidas e, mais tarde, cinco músicos convidados vão analisar as imagens e musicarem-nas segundo o que lhes ficar gravado na alma. 

Grandes nomes como o vencedor do Prémio Pessoa em 2012, Richard Zenith, escritor, tradutor e crítico literário americano-português vão marcar presença. Além disso, pode contar com o comentário da especialista em História Contemporânea do século XX, Irene Flunser Pimentel. Já o vocalista da banda portuguesa Mão Morta, Adolfo Luxúria Canibal, também não podia faltar.

Não deixe passar ao lado nenhum dos espetáculos de spoken word, performances poéticas e musicais, debates, workshops, exposições, curadorias artísticas ou conferências e masterclasses. “O MAP é uma forma de redefinir fronteiras e territórios, revisitar o real e reinventar o nosso imaginário poético”, pode ler-se no comunicado enviado aos jornalistas. 

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA