cultura

Exposição sobre o Estuário do Tejo foi prolongada até este sábado

A mostra encontra-se no Círculo da Arquitetura, em Cruz Quebrada, e tem sido um sucesso.
Até dia 23 de outubro.

O Círculo de Arquitectura de Oeiras é um espaço que tem como objetivo dar a conhecer novos trabalhos, como é o caso da exposição “O Estuário do Tejo — Leitura Visual da Paisagem”. A ideia desta mostra é promover o debate sobre o Estuário do Tejo e a sua envolvente e encontrar soluções de futuro para esta parte do território. 

Em parceria com a Câmara Municipal de Oeiras e com o apoio do Centro de Investigação em Território, Arquitetura e Design da Universidade Lusíada, a professora Maria de Fátima Silva e o arquiteto Rui Jorge da Costa, da Universidade Lusíada, organizaram em conjunto esta iniciativa que tem sido um sucesso. Por isso mesmo, a exposição foi prolongada até ao próximo sábado, dia 23 de outubro. O Círculo de Arquitetura de Oeiras está aberto das 14 às 19 horas e situa-se na Cruz Quebrada, mais precisamente no número 61 da Rua Sacadura Cabral.

Recorde-se que esta exposição vem a propósito de um projeto de investigação realizado pela Universidade Lusíada de nome “O Estuário do Tejo e as suas áreas ribeirinhas: estratégias para a sua sustentabilidade”. Este trabalho surgiu na necessidade de identificar as potencialidades deste Estuário em específico e de o promover como protagonista da Área Metropolitana de Lisboa. 

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA