cultura

Exposição “Amor Veneris” encerra no Dia da Mulher com uma programação especial

Será feita a última visita guiada por Marta Crawford e apresentados os resultados preliminares do estudo sobre prazer sexual.
A mostra foi idealizada por Marta Crawford.

Após nove meses de portas abertas no Palácio Anjos, em Algés, a exposição “Amor Veneris — Viagem ao Prazer Sexual Feminino” irá encerrar ao público já esta quarta-feira, 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Para marcar o momento e celebrar o sucesso da mostra, o Musex — Museu Pedagógico do Sexo, responsável pela exposição, criou uma programação especial. 

O evento, de entrada livre, terá início às 15h30. A própria exposição terá, neste dia, um horário alargado, até às 22 horas, com última entrada feita até às 21h15. Para a tarde estão marcados quatro momentos distintos.

Às 15h30 serão apresentados os resultados preliminares do estudo sobre o prazer sexual, em que o Musex tem vindo a trabalhar nos últimos meses. Esta investigação, “que dará uma nova perspetiva sobre como as pessoas vivem o seu prazer sexual”, foi desenvolvida por Patrícia M. Pascoal, investigadora principal do estudo e diretora do mestrado Transdisciplinar de Sexologia da Universidade Lusófona.

O estudo contou também com a colaboração de Marta Crawford, sexóloga e fundadora do Musex, e de Tiago Sigorelho, presidente da plataforma Gerador. A investigação resulta, portanto, de uma parceria do Musex com o mestrado Transdisciplinar de Sexologia da Universidade Lusófona, a Sociedade Portuguesa de Sexologia Clínica (SPSC) e a Associação Gerador.

Às 17 horas, Marta Crawford, autora do conceito da exposição e co-curadora da mesma, fará um balanço de “Amor Veneris — Viagem ao Prazer Sexual Feminino” e de todas as atividades que foram sendo realizadas, paralelamente, nos últimos meses, abordando ainda o futuro do Musex. Estas duas atividades, apesar de serem de entrada livre, estão sujeitas à lotação da sala.

Às 18h30 Marta Crawford irá orientar, pela última vez, uma visita à exposição, com a presença de vários artistas que falarão das suas obras, ali expostas desde junho de 2022. A visita, com lotação máxima de 30 pessoas, implica a compra de bilhete para a exposição e o levantamento de uma senha, na bilheteira do Palácio Anjos. O ingresso para a exposição tem um custo de 5€ e pode ser comprado na bilheteira do Palácio Anjos ou no site da Ticketline.

O evento termina com o DJ set Uma Africana, com Sandra Baldé, que terá início às 19h30 e será aberto ao público. Os seus sets prometem uma viagem pelos sons mais ritmados do continente africano, entre o afrobeat, o amapiano, o coupé decalé e um pouco de zouk.

Carregue na galeria para conhecer alguns dos espaços da exposição “Amor Veneris — Viagem ao Prazer Sexual Feminino”.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA