cultura

Este sábado há um recital especial para celebrar o Dia Mundial da Música em Oeiras

O espetáculo está marcado para as 21 horas, no Museu da Pólvora Negra, na Fábrica da Pólvora de Barcarena.
Imagem: Facebook Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras

Já sabe como vai assinalar o Dia Mundial da Música? O Quinteto de Sopros da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras (OCCO) vai tocar obras de Gustav Holtz e Paul Taffanel, num espetáculo onde, durante cerca de 80 minutos, o público será embalado pelos sons de um clarinete, uma flauta transversal, um oboé, um fagote e por uma trompa.

O recital “Dia Mundial da Música” é realizado no âmbito do programa “Clássicos em Oeiras” e é a nossa proposta para quem aprecia música clássica. Está marcado para este sábado, dia 30 de setembro, às 21 horas, no Museu da Pólvora Negra, na Fábrica da Pólvora de Barcarena.

Paul Taffanel, um dos compositores eleitos para o repertório deste recital, foi o fundador da moderna escola de flauta em França. Destacou-se enquanto flautista, maestro e professor. Holtz, o segundo homenageado, foi um trombonista e professor qualificado, sendo também o compositor de “Os Planetas”.

A OCCO tem o apoio das Câmaras Municipais de Cascais e de Oeiras e da Direção-Geral das Artes/Ministério da Cultura. Faz mais de 120 espetáculos por ano, entre eles concertos sinfónicos, recitais de música de câmara, concertos didáticos e animações. Foi criada em 2008 pelo Maestro Nikolay Lalov e tem, neste momento, mais de 320 alunos inscritos. 

Na área educativa, a OCCO desenvolveu projetos e iniciativas de grande sucesso. Um deles foi a primeira ópera infantil “Um Sonho Mágico” que estreou em 2000 no Centro Cultural de Belém, com diversas apresentações por todo o País. Outro exemplo é o projeto “ABC da Música” nos concelhos de Cascais e Oeiras, cujo objetivo foi dar a conhecer a música clássica ao público infantil, bem como os instrumentos musicais através de pequenos concertos comentados.

A Orquestra já colaborou com o Museu da Música Portuguesa, apresentando recitais e projetos educativos para escolas, com a Fundação D. Luís I, ao fazer espetáculos educativos, e com a Fundação Marquês de Pombal ao criar uma temporada regular de recitais. 

A OCCO também marca presença em concertos de beneficência, para ajudar instituições de caridade. Na escolha de repertório, tem incluído obras e compositores de todas as épocas e estilos. Se não quer perder este espetáculo musical, pode comprar o seu bilhete online, com o valor de 4€.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA