cultura

Eddie Vedder revela que teve uma “experiência de quase morte” a poucos dias do NOS Alive

O vocalista dos Pearl Jam explicou finalmente o "motivo de saúde" que fez com que o grupo cancelasse três concertos.
Estão prontos para os fãs.

Foram finalmente revelados os motivos que levaram os Pearl Jam a cancelar três concertos em Londres e em Berlim, que fazem parte da digressão europeia que o grupo está realizar neste momento. No concerto deste último sábado, 6 de julho, em Barcelona, o vocalista ddie Vedder explicou que teve problemas respiratórios.

As notícias recentes sobre a banda norte-americana, que se prepara para atuar em Portugal no NOS Alive, a 13 de julho, deixaram os fãs preocupados. Mas depois do enérgico espetáculo em Espanha, com 17 temas na setlist, Eddie Vedder aproveitou o final de “Just Breathe” para falar diretamente com os espectadores.

“Na última semana praticamente passei por uma experiência de quase morte. Foi muito desconfortável e assustador”, disse o vocalista, de 59 anos. 

O problema terá deixado Eddie com dificuldades em respirar. “Parecia que talvez não conseguisse passar a noite ou que tivesse de ir para o hospital”, acrescentou. O mesmo aconteceu com alguns dos elementos do grupo.

“Apercebemo-nos do quão preciosa é esta vida, da sorte que temos em viver num planeta onde podemos andar por aí a tocar para pessoas incríveis como as que estão aqui esta noite. Por isso, esta foi uma experiência comovente”, concluiu. 

Em finais de junho, o grupo cancelou os espetáculos marcados para Londres e Berlim, a 29 de junho, 2 e 3 de julho, respetivamente, por “motivos de saúde”.

“Esta decisão era a última que queríamos tomar, especialmente tendo em conta que tanto de vocês tinham a viagem planeada, conforme a vossa agenda. Simplesmente não havia outra alternativa no que toca à nossa saúde, medida que tomámos para evitar danos ainda mais graves no futuro”, leu-se numa nota divulgada no Instagram. 

Quatro anos depois do lançamento do último trabalho, “Gigaton”, o grupo voltou à carga com o lançamento, em abril, de “Dark Matter”, o 12.º álbum. 

Ao longo de uma carreira com mais de 30 anos, os autores de êxitos como “Alive”, “Just Breathe” ou “Yellow Ledbetter” são considerados um verdadeiro grupo de culto, com milhões de fãs dedicados que esgotam concertos assim que cada data é anunciada. Os Peal Jam têm mais de 85 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA