cultura

Dia de Camões transforma-se num mês inteiro de celebração do poeta no Vila Galé

A unidade de Paço de Arcos criou uma programação que inclui exposições, serões e jantares poéticos com convidados especiais.
A vista deslumbrante do hotel.

Esta segunda-feira, 10 de junho, é feriado nacional. Celebra-se o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. Mas sabe porque razão se assinala esta data em específico? É o dia da morte de Luís Vaz de Camões, falecido em 1580, considerado o maior poeta da língua portuguesa e uma figura central na literatura lusófona.

A sua obra-prima, “Os Lusíadas”, celebra os feitos heróicos dos navegadores portugueses e continua a ser um símbolo fundamental da cultura e identidade portuguesas. Este ano, a data ganha um novo significado, pois celebram-se os 500 anos do nascimento do poeta, que se estima ter sido em 1524.

Para celebrar, o hotel Vila Galé Collection Palácio dos Arcos, em Paço de Arcos — a primeira unidade de cinco estrelas do grupo Vila Galé em Portugal —, criou uma programação especialmente dedicada à efeméride, durante todo o mês de junho.

Com uma temática inteiramente dedicada à poesia, será normal cruzar-se com Florbela Espanca, Fernando Pessoa, Vinícius de Moraes ou Eugénio de Andrade quando andar pelas zonas comuns do hotel, ou vê-los imortalizados nas paredes dos alojamentos. Um conceito que reforça o encanto deste palácio centenário transformado numa unidade hoteleira, que pretende aliar tradição e modernidade, com conforto. 

O hotel celebra, assim, o “Mês de Camões” com um programa que inclui serões de poesia, exposições, debates e palestras com atores e músicos e, ainda, jantares poéticos com participações especiais e, claro, poemas de Camões. A curadoria é do ator Eurico Lopes. Todas as sextas-feiras de junho, haverá serões de poesia, com declamação do próprio curador, assim como de alguns convidados, ao final da tarde. 

Depois de Carmen Santos, a 7 de junho, para dia 14 está confirmado Paulo Pires. Na semana seguinte, a 21 de junho é a vez de Beatriz Frazão. A última sexta-feira, do mês, dia 28, tem ainda o nome por confirmar. Com lugares limitados, quem queira participar deverá enviar um email para palacio.recepcao@nullvilagale.com, indicando o número de pessoas que vão assistir. 

Caso queira continuar no embalo de uma noite de poesia, pode também participar no jantar especial, com declamação de poemas. A partir das 19h45 é servida uma bebida de boas-vindas no bar do hotel, seguindo-se já no restaurante um menu com entrada, prato principal, sobremesa e vinhos Santa Vitória.

O valor é de 35€ por pessoa e os miúdos até aos 12 anos pagam apenas 50 por cento do valor. É obrigatório fazer reserva,  através do número 965 014 511, do email palacio.reservas2@nullvilagale.com ou de um formulário online.

Sendo um hotel cujo tema é precisamente a poesia, ao longo de todo o mês, estará também patente no bar do Vila Galé Collection Palácio dos Arcos uma exposição com obras do artista plástico Norberto Nunes e a instalação “Camões Salva Livro a Nado”. Já no jardim, vai encontrar um mural que convida todos os visitantes a deixar um poema ou uma inscrição literária inspirada no estilo de Camões. Haverá ainda excertos da obra do poeta expostos no mesmo local.

No final do mês, a 30 de junho, domingo, vai realizar-se uma palestra sobre a vida e obra de Camões, conduzida por António Carlos Cortez, professor, crítico literário e ensaísta. Cortez irá comentar três poemas de Camões. O objetivo é dar a conhecer mais sobre essas composições, “explorando a originalidade verbal de Camões, o valor das suas imagens, o labor clássico da sua frase, a profundidade da sua visão de mundo”, refere o hotel. Nesta ação, também convidados especiais vão dar voz à obra de Camões, no seu contexto histórico e cultural.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA