cultura

De cinema a cerveja literária: Oeiras vai ter um dia dedicado ao encontro de culturas

O "EnCOTRIM de Culturas" está marcado para o dia 24 de setembro, sábado, na Livraria Municipal Verney. A entrada é gratuita.
Livraria Municipal Verney. Foto: Wilfred Figueiredo

No sábado, dia 24 de setembro, a Livraria Municipal Verney, em Oeiras, vai receber o III Encontro de Culturas. Este é um evento que junta um vasto leque de participantes e temáticas. Este ano, a iniciativa recebeu uma designação especial, “EnCOTRIM de Culturas”, criada em homenagem a João Paulo Cotrim, jornalista e editor, fundador da editora Abysmo, que faleceu em dezembro de 2021.

Segundo a organização, o ano passado João Paulo Cotrim visitou a Livraria Municipal Verney, no lançamento de “O Plantador de Abóboras”, de Luís Cardoso (obra editada pela Abysmo e vencedora do Prémio Oceanos). Para orgulho do espaço, Cotrim elogiou o trabalho ali realizado, com Nuno Saraiva e Catarina Sobral, à volta das obras do pintor Neves e Sousa. 

Em 2022, o III Encontro de Culturas é, assim, uma homenagem a esta “figura aparentemente discreta mas incontornável no panorama das artes e das letras nacionais”, segundo a organização, “tido como alguém capaz de reconhecer e promover o talento dos outros, contribuindo ativamente para que os seus projetos chegassem ao domínio público, nos mais variados domínios artísticos”.

Sob a alçada da Divisão de Bibliotecas do Município de Oeiras, o III Encontro de Culturas desafiou o ilustrador e amigo de longa data de Cotrim, Nuno Saraiva, a organizar este evento, cujo objetivo é reunir, num dia, “a miscigenação das artes, dos talentos, das pessoas, das culturas e de tudo aquilo que nos caracteriza enquanto seres humanos”, pode ler-se em comunicado.

Ao longo desse sábado estão previstas atividades para o público infantil, mostra de filmes de animação, conversas sobre vários domínios artísticos, venda de livros da editora Abysmo, música e provas da Cadáver Esquisito, a cerveja literária artesanal que teve João Paulo Cotrim como um dos seus mentores.

Tome nota do programa:

10h30 ao meio-dia — Oficina para miúdos e famílias, promovida pelo ilustrador João Fazenda (cuja exposição “Reflexos” se encontra aberta ao público naquele espaço), a partir de jogos e brincadeiras escritas por João Paulo Cotrim para a revista “UP Kids”, suplemento da extinta “UP Magazine TAP”.

14h30 às 17h30 — “Cotrim escritor de Cinema de Animação”. Projeção dos cinco filmes com o seu argumento, todos produção Animanostra, e das curtas Spam Cartoon (RTP). São elas: “Algo Importante”, 2009, de João Fazenda; “Sem Querer”, 2011, de João Fazenda; “Um Degrau pode ser um Mundo”, 2009, de Daniel Lima;  “Diário de uma Inspetora do Livro de Recordes”, 2009, de Tiago Albuquerque; “Fado do Homem Crescido”, 2012, de Pedro Brito; “Spam Cartoon”, vários anos, de André Carrilho, João Fazenda, Cristina Sampaio e Tiago Albuquerque. A seguir, haverá uma conversa entre todos os realizadores citados, com moderação de Nuno Saraiva.

17h30 — Abertura do bar Cadáver Esquisito — uma cerveja literária.

18 horas — Tertúlia redonda com amigos com a participação de João Brazão, mestre cervejeiro; Marko Rosalinne, director criativo e fundador da DeadinBeirute; Tiago Cabral Ferreira, gestor da Conserveira de Lisboa; Joaquim Paulo Nogueira, dramaturgo; Jorge Silva, designer editorial; André Carrilho, ilustrador e cartunista; Inês Fonseca Santos, escritora e jornalista; André Letria, editor e ilustrador; Pedro Burgos, arquitecto e autor de banda desenhada; Alain Corbel, professor e ilustrador; Cristina Sampaio, ilustradora e cartunista; Fernando Martins, fotógrafo e ilustrador; Cláudia Marques Santos, jornalista; José Teófilo Duarte, designer e curador da Festa da Ilustração de Setúbal; Nuno Saraiva, ilustrador e cartunista político; e João Francisco Vilhena, fotógrafo e co-autor da última edição escrita do Cotrim, O Diário das Nuvens.

19 horas — Concerto/recital à volta de textos do João Paulo Cotrim. Inclui poemas e projeção de ilustrações da revista digital “Torpor”. O concerto conta com os músicos José Anjos, André Gago e Carlos Barretto.

A entrada é gratuita, por isso a Livraria Municipal Verney convida todos os oeirenses a ir até lá (Rua Cândido dos Reis 90, Oeiras) brindar à cultura e a quem a eleva a outro patamar, tal como fez João Paulo Cotrim. É, no entanto, necessário inscrever-se. Pode fazê-lo através do email livraria.verney@nulloeiras.pt ou do número de telefone 214 408 329.

Marque na agenda.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA