cultura

Britney Spears está “traumatizada para a vida” e “provavelmente” não voltará a atuar

A cantora revelou que não tinha qualquer controlo criativo quando estava sob a tutela do pai, James Spears.
A cantora tem 40 anos.

Durante 13 anos, o pai de Britney Spears, James Spears, foi o tutor legal da cantora e geria todos os aspetos da sua carreira e também o seu dinheiro. Até que a artista se fartou e começou a tentar afastar o pai desta posição de poder para conseguir retomar o controlo da sua vida. Só no ano passado é que o progenitor deixou de ser responsável pela tutela da filha após o tribunal ter aceitado a petição interposta pela cantora, que pedia o seu afastamento como tutor do seu património.

Ainda assim, nem tudo voltou ao normal — e poderá nunca voltar. Numa publicação feita no Instagram este domingo, 11 de setembro, a cantora mostrou-se frustrada com o trabalho realizado durante o período em que esteve sob a tutela do pai. Confessou não ter gostado de muitas sessões fotográficas e vídeos que fez durante esses 13 anos. Durante esse longo período, só gostou de oito vídeos. 

A artista de 40 anos disse estar “traumatiza para a vida” por não ter conseguido ter controlo criativo sobre os seus videoclips e que, por esse motivo, “provavelmente” não voltará a atuar. Revelou ainda que não estava satisfeita com os bailarinos nem com o número de artistas convidados e sentia-se desconfortável com eles ao seu lado.

“Estou bastante traumatizada para a vida e, sim, provavelmente não voltarei a atuar apenas porque sou teimosa e agora quero fazer valer o meu ponto de vista”, declarou Britney Spears na publicação do Instagram, que entretanto foi apagada.

Depois de agradecer o apoio dos fãs, a cantora fez referência às fotografias escolhidas pelo pai e pela equipa para um anúncio da Pepsi em Nova Iorque, que a faziam parecer “ter 80 anos”. Estas foram as primeiras declarações de Britney sobre a possibilidade de voltar a atuar ao vivo desde que a sua tutela terminou.

Pode ler este artigo da NiT onde lhe explicamos com mais detalhes a história desta polémica tutoria.

MAIS HISTÓRIAS DE OEIRAS

AGENDA